F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Compartilhe

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 2017
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Edison em Ter 29 Set 2015, 14:10

Jorge Paulo Barbosa, para não desviarmos o assunto do tema do tópico, vamos abordar o arrebatamento considerando o contexto da 70 semanas.

Jorge Paulo Barbosa disse:

As setentas semanas são o último período de oportunidade a Israel. um período de juízo e também de redenção.

Correto. É exclusividade do povo israelita, que é o povo de Daniel (Dan. 9:24a).

Ao final da sexagésima nona semana profética de Daniel 9, o messias apareceria, efetuaria, pela sua morte, a redenção de todos quantos creram, crêem e creriam no messias prometido.[/quote]

O texto diz que o Messias entra em cena DEPOIS DA 69a semana.
"Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas......" (Dan 9:25).

"Até ao Messias", ou seja, até o Messias ser apresentado e dar início ao Seu ministério, terá corrido 69 semanas previstas dentro do contexto das 70 semanas (Jo 1:25-38).
A partir de então, Jesus começa seu ministério messiânico que era exclusivamente para o povo de Daniel, os israelitas (Mat. 15:24) dando início à 70a semana que é a última semana.

As setenta semanas gira em torno do messias, seu aparecimento, obra, morte e ressurreição. Ao final da septuagésima semana, Israel seria rejeitado pela decisão que tomaram em rejeitar o messias e mata-lo.

Se considerarmos que Jesus teve um ministério de 3,5 anos, desde o Seu batismo até a crucificação, concluímos que o Messias foi cortado na metade da 70a semana (Dan. 1:26a).
O Messias é cortado DEPOIS da 69ª semana, ou seja, seu ministério redentor é interrompido para com Israel por causa da rejeição que impuseram a Ele.
“E DEPOIS das sessenta e duas semanas será cortado o Messias......” (Dan. 9:26).

Os seis propósitos das 70 semanas são: "para cessar a transgressão(1), e para dar fim aos pecados(2), e para expiar a iniqüidade(3), e trazer a justiça eterna(4), e selar a visão e a profecia(5), e para ungir o Santíssimo(6) -Dan. 9:24-.

- CESSAR A TRANSGRESSÃO
[i]"Portanto, estando eles reunidos, disse-lhes Pilatos: Qual quereis que vos solte? Barrabás, ou Jesus, chamado Cristo? Porque sabia que por inveja o haviam entregado.
E, estando ele assentado no tribunal, sua mulher mandou-lhe dizer: Não entres na questão desse justo, porque num sonho muito sofri por causa dele.
Mas os príncipes dos sacerdotes e os anciãos persuadiram à multidão que pedisse Barrabás e matasse Jesus.
E, respondendo o presidente, disse-lhes: Qual desses dois quereis vós que eu solte? E eles disseram: Barrabás.
Disse-lhes Pilatos: Que farei então de Jesus, chamado Cristo? Disseram-lhe todos: Seja crucificado.
O presidente, porém, disse: Mas que mal fez ele? E eles mais clamavam, dizendo: Seja crucificado.
Então Pilatos, vendo que nada aproveitava, antes o tumulto crescia, tomando água, lavou as mãos diante da multidão, dizendo: Estou inocente do sangue deste justo. Considerai isso"


Israel tinha transgredido contra Deus. Israel cometeu o maior pecado da sua existência. Israel transgrediu a linha da misericórdia. Mas as setenta semanas foram determinadas para cessar essa transgressão.
Transgredir é fazer algo contra e neste caso foi algo contra Deus. Então Deus os cortou da Oliveira boa (Rom. 11). Deus os cegou para que nós os gentios tivessem a oportunidade de também sermos enxertados na boa Oliveira apesar da nossa natureza de zambujeiro bravo.
Então quando se cumprir o tempo dos gentios, quando os gentios atingirem a sua plenitude, Deus se voltará para Israel novamente para fazer cessar a transgressão e afastar de Jacó a impiedade.
Isso é prova de que as setenta semanas não estão concluídas.

- DAR FIM AOS PECADOS
"E, respondendo todo o povo, disse: O seu sangue caia sobre nós e sobre nossos filhos" (Mat 27:25).
Aqui se estabelece o seu pecado capital. Até hoje pesa sobre Israel essa sentença que o próprio Israel chamou para si.
Eles foram cegados. Eles não podiam crer em Jesus. Não havia como crer. E Deus fez isso por amor a nós ramas de zambujeiro bravo.
Então conhecendo a situação de Israel em relação a Ele, sabendo que eles O estavam crucificando por terem sido cegos pelo próprio Pai, clamou assim: Pai perdoa-lhes porque não sabem o que fazem (Luc. 24:34).
Mas Deus ainda não concluiu as setenta semanas. Ainda faltam 1260 dias que é o tempo de Israel reconhecer o seu José do Egito, o Seu Yeoshua, o seu Messias (Apoc. 11). Existem 144000 mil judeus, 12000 de cada tribo que crerão no Messias Jesus quando aqueles dois profetas, um representando a Lei (Moisés) e o outro representando os profetas (Elias) anunciarão o Evangelho tal qual lhes foram entregues no Monte da Transfiguração (Mat. 17).

Enquanto isso não acontece, os gentios vivem os últimos momentos do tempo que Deus lhes deu. Após 2000 anos, brecha esta que Deus abriu na metade da última semana, estamos na iminência do arrebatamento. Estamos na meia-noite (Mat. 25). Meia-noite é a divisa entre um dia e outro. É a divisa entre o dia dos gentios e o dia dos judeus.

Então à meia-noite ouviu-se um clamor. À meia-noite ouviu-se um alarido. À meia-noite toca-se uma trombeta, uma mensagem ecoa no meio dos gentios. Uma mensagem convocando a Igreja-Noiva a se levantar do sono denominacional, a se separar das demais virgens néscias, das virgens que deixaram o Espírito Santo se ir delas, se acabar.

Acabou-se a presença do Espírito Santo (o azeite) em maio à sua algazarra góspel, ao seu carnaval travestido de "Marcha para Jesus", em meio a púlpitos que se transformaram em verdadeiros palanques de políticos incrédulos, corruptos, anti-cristos travestidos de uma moralidade que não existe mais em suas igrejas.
Elas estão às escuras. De nada adianta adereçar suas lâmpadas com teologia, com modismos, com dons, com templos repletos de pessoas buscando prosperidade terrena.

Elas tem a lâmpada (Sal 119:105). Essa lâmpada teve azeite um dia. Essa lâmpada produziu luz para pecadores um dia. Mas desdenharam ao preservar o azeite. O azeite se foi e não perceberam. E hoje andam prá lá e prá cá buscando o Azeite. Vão para os montes, vão buscar água no Jordão, procuram luz com suas "fogueiras santas", seus encontros de jovens, de casais, em células, etc. etc. etc. mas estão as escuras.

"Eis aí o Noivo, saí-LHE ao encontro" diz o alarido, a trombeta, a mensagem que ecoa agora na meia-noite.

Elas sabem que o Noivo está chegando, de alguma maneira elas ouvem o alarido, mas não teem azeite para acender sua lâmpada, sua Bíblia.

E enquanto saem desesperadamente a buscar azeite, buscar o Espírito santo, há uma Igreja-Noiva prudente que preservou o azeite de sua lâmpada. A sua lâmpada, a sua Bíblia produz Luz para seus pés e para O caminho.
E nesse tempo em que estão buscando o Azeite, buscando o Espírito Santo que deixaram acabar, é quando a Virgem prudente sei vai encontrar o seu Noivo nos ares.
Essa igreja néscia não vê a Igreja Prudente se ir. É secreto prá ela. Elas estavam buscando o Azeite. Sua lâmpada estava apagada. E quando voltam, ainda pensando que o arrebatamento estava por acontecer, diz a Bíblia que a Porta estava fechada. Não conseguem mais entrar em Jesus. Jesus estará fechado para elas.












David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Número de Mensagens : 180
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por David em Qui 01 Out 2015, 16:20

Tenho conversado com muitos colegas "pré-tribulacionistas" sobre a volta do Senhor. Mas nenhum deles nunca conseguiu mostrar a tal das "duas vindas" do Senhor ou, como queiram, uma única passagem que mostre que o Senhor voltará em "duas etapas" a terra! Nenhum versículo, nada de nada... Os colegas "pré-tribulacionistas" apenas adotam como costume, arrancar um versículo de seu contexto (não dão a mínima para o assunto que vem sendo tratado ali) e exclamam: Este é o "arrebatamento secreto"...

Irmãos o MEssias foi muito claro:

João 17:15
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.


É muito estranho que algo novo surja, ensinando precisamente o contrário da oração do Messias: QUe os salvos devem ser retirados do mundo!

Charles Hodge, grande teólogo já dizia em seu tempo: "Se a doutrina é bíblica, ela não pode ser nova, ou se a doutrina é nova, ela não pode ser bíblica".

QUe o Senhor continue nos abençoando!
avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1112
Idade : 88
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 165
Pontos de participação : 3056
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Ernesto em Seg 05 Out 2015, 19:50


Davi diz:

Tenho conversado com muitos colegas "pré-tribulacionistas" sobre a volta do Senhor. Mas nenhum deles nunca conseguiu mostrar a tal das "duas vindas"

Ernesto responde;

Olá Davi tudo bem?

Esta doutrina pré-tribulacionista surgiu há pouco tempo, ela está interligada com o falso messias que os judeus, e grande parte dos cristãos esperam.
Veja Jesus advertiu em Mat 24;5, porque muitos virão em meu nome dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.
É o que está acontecendo; Veja; A Bíblia diz que Jesus virá BUSCAR os remidos,e levá-los ao céu. Mas, o falso vem para estabelecer seu reino aqui na terra, É uma contradição total entre a vinda do falso, e a vinda do verdadeiro Cristo
Primeiro vem o falso que se antecipa para preparar a humanidade com falsas promessas, dizendo que ele é o Cristo que prometeu vir, para preparar um reino milenar aqui na terra,
Na verdade ele se apresenta como o Poderoso,fará muitas curas e obras milagrosas, e fará que as nações ricas dividam suas riquezas com as mais pobres, Enfim, No principio tudo parece ser obra de Cristo. Ele conseguirá unir as nações em uma aparente paz, também incentivará a união entre as nações para construir juntos um novo templo em Jerusalém com o slogan ¨a casa de oração para todos os povos¨Depois do templo estar pronto se cumprirá a profecia de Paulo em II Tess.2:4, O qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus ou se adora;de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parece Deus. ¨Este será o reinado da besta¨.
Então será o tempo que os sinceros cristãos procurarão se desprender de suas congregações, e serão perseguidos por seus próprios correligionários,
O, Se opor, contra tudo que se chama Deus,é que o falso cristo irá criar novas leis que irão de encontro a eterna lei de Deus.
As igrejas irão se unir, mesmo que haja problemas internos, mas, ou eles aceitam as exigências impostas, ou serão fechadas sumariamente. Então haverá um curto período de aflição para o povo de Deus, que a bíblia chama de tempo de angustia, mas,ninguém do povo fiel a Deus irá perecer.
Quando o falso reino estiver instalado, Então virá Cristo nas nuvens do céu com poder e grande gloria, não para reinar aqui, mas, para desfazer o reinado do falso cristo,e buscar os santos que irão com Jesus ao céu. E os impios morrerão Apoc.6:12 em diante. E a terra descansará por mil anos, até a ressurreição dos impios. Então ja é outra etapa da terra.

Abraços Ernesto

















Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2017
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5093
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Edison em Seg 05 Out 2015, 20:45

Ernesto, a Igreja que se vai antes da grande tribulação já está fora de tudo isso que você espera.

Não há Bíblia que sustente essa crença de que a Igreja depois de salva, depois de redimida, depois de nascida de novo, depois de estar branca como a neve por ter-se lavado na Palavra e no sangue do Cordeiro, tenha a obrigatoriedade ou a necessidade de sofrer esse julgamento que é a grande tribulação. Para purgar o quê???

Não seria essa crença uma maneira de insinuar que o calvário foi insuficiente?

O Mat. 24 trata desde a destruição do templo no ano 70 DC até o fim do mundo. E o arrebatamento está inserido nesse quadro.
Jesus não fala explicitamente sobre o arrebatamento porque o arrebatamento não é para os judeus.
Jesus nunca falou sobre transformação de corpos. Jesus nunca falou que mortos ressuscitados e vivos transformados subiriam juntos para encontra-LO nos ares. Na verdade Jesus enfatiza a terceira vinda (Apoc. 19), que para os judeus é a segunda vinda.

Quem colocou Luz e revelou o mistério do arrebatamento da Igreja que estava oculto em Mat. 24 foi o apóstolo Paulo lá nos dias da Igreja primitiva (I Cor. 15:51).

Jesus vem três vezes. Ele veio a primeira vez para redimir a Sua Igreja; a segunda vez, para receber a Sua Igreja (nos ares); a terceira vez, com a Sua Igreja, o Rei e Rainha para estabelecer o reinado milenar.

"Perece o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são recolhidos, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal" (Isa 57:1).





Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2017
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5093
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Edison em Seg 05 Out 2015, 22:03

Ernesto, complementando meu texto anterior quero aqui apresentar minhas homenagens e respeito aos seus 86 anos de idade. Assista lindo vídeo de irmãos cantando.

IASD DE NAIROBI - QUENIA.

https://www.youtube.com/watch?v=-HrF6wlrQ4s

NO CÉU NÃO ENTRA PECADO - HINO 422 - HARPA CRISTÃ BRASILEIRA

"No céu não entra pecado
Fadiga, tristeza, nem dor;
Não há coração quebrantado,
Pois todos são cheios de amor,
As nuvens da vida terrestre
Não podem a glória ofuscar
Do reino de gozo celeste,
Que Deus quis pra mim preparar!

Irei eu p'ra linda cidade,
Jesus me dará um lugar,
Co'os crentes de todas Idades,
A Deus hei de sempre louvar.
Do céu tenho muitas saudades,
Das glórias que lá hei de ver;
Oh! Que gozo vou ter,
Quando eu vir meu Senhor,
Rodeado de grande esplendor!

Pagar não é necessário
A casa, que lá hei de ter;
E meu eternal vestuário,
No céu, nunca vai se romper.
Jamais viverei em pobreza,
Aflito no meu santo lar,
Ali há bastante riqueza,
Da qual podarei desfrutar.

No céu o luto é banido,
Enterros não hão de passar;
Sepulcros jamais são erguidos,
Lá mortos não vou encontrar.
Os velhos serão transformados;
Mudados nós vamos ficar.
Quais astros por Deus espalhados
No céu, para sempre brilhar."

avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1112
Idade : 88
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 165
Pontos de participação : 3056
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Ernesto em Ter 06 Out 2015, 09:42

Edison diz

Ernesto, a Igreja que se vai antes da grande tribulação já está fora de tudo isso que você espera.

Ernesto responde

O grande problema dos fundamentalistas é que criaram dois grupos, ou duas igrejas de salvos, dizem que, uma será arrebatada, a outra fica, para depois de sete anos Jesus vir para governar entre eles; isto inventaram para justificar a falsa teoria das duas vindas de Jesus. Isto não existe Mat. 24;31, diz com todas as letras que ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos (terra).Ele não separa nenhum grupo entre os salvos, vão todos juntos de uma só vez,
O irmão sempre apresenta as dez virgens como exemplo da ida dos santos para o céu, e não percebe que só existem dois grupos, um grupo vai com Jesus, e o outro grupo fica,Impios; sem terem uma segunda chance?

Edison diz:

Não há Bíblia que sustente essa crença de que a Igreja depois de salva, depois de redimida, depois de nascida de novo, depois de estar branca como a neve por ter-se lavado na Palavra e no sangue do Cordeiro, tenha a obrigatoriedade ou a necessidade de sofrer esse julgamento que é a grande tribulação. Para purgar o quê???
Não seria essa crença uma maneira de insinuar que o calvário foi insuficiente?

Ernesto responde;

Quem está falando em julgamento? Quando Jesus vem os salvos não passarão pelo crivo do julgamento, a prova temos em I tess 4;16, Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo e com a trombeta de Deus,E OS MORTOS QUE MORRERAM EM CRISTO RESSUSCITARÃO PRIMEIRO, Ora meu amado! Se a ressurreição for somente dos que morreram em Cristo, é porque eles já morreram redimidos, já foram lavados na palavra e no sangue do cordeiro, eles não passarão mais por nenhum julgamento.
Quanto a grande tribulação, esta não é nada mais do que o cumprimento de Apoc. 18:4, dizendo; Sai dela povo meu para que não sejais participantes dos seus pecados. Em outras palavras; Quando o homem do pecado de II Tess. 2, se manifestar entre as igrejas,e o ecumenismo se concretiza, então os santos vivos não poderão mais congregar em suas igrejas, e haverá um curto espaço de tempo que eles passarão por dificuldades, porque não poderão mais comprar nem vender.este será um tempo que os anjos cuidarão deles, Salmos 91,
Quanto a insinuação que o sacrificio de Cristo foi insuficiente, são os fundamentalistas que adotam essa teoria, Ora, se Cristo deixasse grande parte dos salvos aqui sofrendo horrores da besta durante sete anos, então, estes sim , estariam purgando não sei lá o que, Não existe na bíblia uma passagem sequer que afirma outra volta de Cristo após sete anos.

Edison

O Mat. 24 trata desde a destruição do templo no ano 70 DC até o fim do mundo. E o arrebatamento está inserido nesse quadro.
Jesus não fala explicitamente sobre o arrebatamento porque o arrebatamento não é para os judeus.

Ernesto responde

Jesus começa com sua trajetória profética desde o momento em que estavam no monte das Oliveiras, mas, tu estás certo, o arrebatamento está inserido na profecia, mas não na parte que toca ao tempo dos judeus, porque ele irá acontecer mais de dois mil anos mais tarde,

Edison diz;

Jesus nunca falou sobre transformação de corpos. Jesus nunca falou que mortos ressuscitados e vivos transformados subiriam juntos para encontra-LO nos ares. Na verdade Jesus enfatiza a terceira vinda (Apoc. 19), que para os judeus é a segunda vinda.

Ernesto responde;

Veja as tuas palavras.

Jefté,
Sinceramente não sei onde você quer chegar. Para mim a lugar nenhum porque rejeitar os apóstolos e suas cartas é rejeitar a Cristo.

O mesmo digo eu, vc. rejeitar a transformação de corpos, só porque Jesus nunca falou, se rejeitas as cartas de Paulo é mesmo que regeitar á Cristo.
Obs. Quem enfatiza a terceira vinda, é João, que recebeu a visão assim como Paulo recebeu a visão da ressurreição dos santos etc.

Edison diz;

Jesus vem três vezes. Ele veio a primeira vez para redimir a Sua Igreja; a segunda vez, para receber a Sua Igreja (nos ares); a terceira vez, com a Sua Igreja, o Rei e Rainha para estabelecer o reinado milenar.

Ernesto responde

Dizer que haverá 3 vindas, estás certo, mas pisastes na bola com o tal reinado milenar, que não existe, Jesus virá com seus santos do céu dentro da nova Jerusalém, mas isto acontecerá depois dos mil anos e para a terra restaurada e não no começo dos mil anos Apoc.21;1-3,

Edison diz:

"Perece o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são recolhidos, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal" (Isa 57:1).

Ernesto responde

O próprio verso já te responde: o justo perece, e os impios pensam que ganharam a parada, mas, não sabem que o justo está sob os cuidados de Deus.

Abraços Ernesto
avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1112
Idade : 88
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 165
Pontos de participação : 3056
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Ernesto em Ter 06 Out 2015, 09:54

Edison diz>

por Edison Ontem à(s) 22:03
Ernesto, complementando meu texto anterior quero aqui apresentar minhas homenagens e respeito aos seus 86 anos de idade. Assista lindo vídeo de irmãos cantando.

IASD DE NAIROBI - QUENIA.

https://www.youtube.com/watch?v=-HrF6wlrQ4s

NO CÉU NÃO ENTRA PECADO - HINO 422 - HARPA CRISTÃ BRASILEIRA

"No céu não entra pecado
Fadiga, tristeza, nem dor;
Não há coração quebrantado,
Pois todos são cheios de amor,
As nuvens da vida terrestre
Não podem a glória ofuscar
Do reino de gozo celeste,
Que Deus quis pra mim preparar!

Irei eu p'ra linda cidade,
Jesus me dará um lugar,
Co'os crentes de todas Idades,
A Deus hei de sempre louvar.
Do céu tenho muitas saudades,
Das glórias que lá hei de ver;
Oh! Que gozo vou ter,
Quando eu vir meu Senhor,
Rodeado de grande esplendor!

Pagar não é necessário
A casa, que lá hei de ter;
E meu eternal vestuário,
No céu, nunca vai se romper.
Jamais viverei em pobreza,
Aflito no meu santo lar,
Ali há bastante riqueza,
Da qual podarei desfrutar.

No céu o luto é banido,
Enterros não hão de passar;
Sepulcros jamais são erguidos,
Lá mortos não vou encontrar.
Os velhos serão transformados;
Mudados nós vamos ficar.
Quais astros por Deus espalhados
No céu, para sempre brilhar."

Agradeço por ter se lembrado dos meus 86, e pelo belo presente, Os hinos sempre são uma doce inspiração para mim
Obrigado

Abraços Ernesto

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2017
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5093
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Edison em Ter 06 Out 2015, 20:30

Ernesto disse:

O irmão sempre apresenta as dez virgens como exemplo da ida dos santos para o céu, e não percebe que só existem dois grupos, um grupo vai com Jesus, e o outro grupo fica,Impios; sem terem uma segunda chance?

Ernesto, eu sei que as vezes podemos falhar no afã de contestar por contestar. Mas não tinha impios no meio das dez mulheres.

Jesus foi muito claro em afirmar que aquelas dez mulheres eram VIRGENS. Eram mulheres não contaminadas, não corrompidas por homem (sentido natural) e nem por satanás (sentido espiritual) conforme II Cor. 11:2-3

"Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo. Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos........"

Jesus não estava falando de ímpios.

Ele estava falando de mulheres virgens, que tinham a lâmpada, que tinham azeite, que tinham fogo e consequentemente tinham luz.

E elas estavam todas juntas, caminhando juntas, esperando a chegada do Noivo juntas e a meia-noite foram despertadas juntas por um clamor, um grande alarido, "Eis aí o Noivo saí-LHE ao encontro".

ERAM VIRGENS. Eram mulheres que não tinham se corrompido. Eram igrejas que não tinham se corrompido. Eram igrejas puras que tinham a Palavra (Sal. 119:105), que sabiam manuseá-las, que tinham o Espírito Santo (azeite), que criam que o Noivo viria e estavam aguardando a Sua vinda.

Quando Jesus falou da parábola das sementes, ele diferenciou as sementes. Ele disse que uma era trigo e a outra era joio. E Ele também disse para onde iam cada uma delas. Percebe???

Mas aqui em Mat. 25 Ele disse que as dez eram virgens e não que cinco era santas e outras cinco eram ímpias.

Penes nisso.


avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Gleison Elias em Ter 06 Out 2015, 22:13

--

As 10 virgens não podem ser igrejas, se Igreja é a NOIVA de Cristo.
avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1112
Idade : 88
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 165
Pontos de participação : 3056
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Ernesto em Qua 07 Out 2015, 09:02


Ernesto disse:

O irmão sempre apresenta as dez virgens como exemplo da ida dos santos para o céu, e não percebe que só existem dois grupos, um grupo vai com Jesus, e o outro grupo fica, Impios; sem terem uma segunda chance?

Ernesto, eu sei que as vezes podemos falhar no afã de contestar por contestar. Mas não tinha impios no meio das dez mulheres.

Ernesto responde;

Se as cinco loucas não puderem ser consideradas como impias, então a coisa é mais grave ainda, então veja com que severidade Jesus age com os negligentes, porque só cinco entraram, e não venha me dizer que o noivo abriu as portas também para as loucas.

Edison diz:

Jesus foi muito claro em afirmar que aquelas dez mulheres eram VIRGENS. Eram mulheres não contaminadas, não corrompidas por homem (sentido natural) e nem por satanás (sentido espiritual) conforme II Cor. 11:2-3
"Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo. Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos.

Ernesto responde

Jesus não lança ninguem fora antes de a pessoa ter recebido um conhecimento suficiente para a salvação. Enquanto o noivo não veio as dez permaneceram juntas, hoje acontece o mesmo, a igreja é de Deus, mas muitos dos irmãos que hoje compõe o quadro da igreja, na vinda de Jesus serão apartado do rebanho, Podemos dizer que em Mat.25:31-34 Jesus dá os detalhes da parabola das dez virgens
E quando o filho do homem vier em sua gloria, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua gloria; e todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros como um pastor aparta dos bodes as ovelhas. E porá as ovelhas a sua direita, mas, os bodes a sua esquerda. Então dirá o rei aos que ESTIVER A SUA DIREITA; Vinde benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está prepardo desde a fundação do mundo.
Agora veja o verso 41, Então também dirá aos que estiverem a sua esquerda. Apartai-vos malditos, para o fogo eterno preparado para o diabo e seus anjos.
Será que é necessário mais explicações?

Edison diz;

Jesus não estava falando de ímpios.

Ele estava falando de mulheres virgens, que tinham a lâmpada, que tinham azeite, que tinham fogo e consequentemente tinham luz.
E elas estavam todas juntas, caminhando juntas, esperando a chegada do Noivo juntas e a meia-noite foram despertadas juntas por um clamor, um grande alarido, "Eis aí o Noivo saí-LHE ao encontro"

Ernesto responde;

Este foi o grande mal das loucas, Elas eram consideradas virgens porque tinham lampadas, a luz da palavra de Deus, mas negligenciaram no preparo delas, enquanto tinham tempo de se preparar não encheram suas lampadas com o azeite do Espirito Santo, mas, quando o noivo veio elas foram separadas como os bodes das ovelhas, e, depois não adiantava mais choramingar, a porta havia se fechado.

Edison diz:

ERAM VIRGENS. Eram mulheres que não tinham se corrompido. Eram igrejas que não tinham se corrompido. Eram igrejas puras que tinham a Palavra (Sal. 119:105), que sabiam manuseá-las, que tinham o Espírito Santo (azeite), que criam que o Noivo viria e estavam aguardando a Sua vinda.

Ernesto responde;

Ola lá; como eu já disse antes, elas estavam juntas, mas, não estavam preparadas estavam sem o Espirito Santo, Se não fosse assim elas teriam sido levadas junto com as outras prudentes.

Edison diz;

Quando Jesus falou da parábola das sementes, ele diferenciou as sementes. Ele disse que uma era trigo e a outra era joio. E Ele também disse para onde iam cada uma delas. Percebe???

Ernesto responde;

A mesma comparação ele fez com os bodes e as cabras, e as duas classes foram destinadas a lugares diferentes.

Edison diz:

;Mas aqui em Mat. 25 Ele disse que as dez eram virgens e não que cinco era santas e outras cinco eram ímpias.

Ernesto responde;

Todos são considerados inocentes, enquanto não se julga o contrario, mas, quando o noivo vier ele dará a cada um segundo as suas obras.

Abraços Ernesto

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2017
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5093
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Edison em Qua 07 Out 2015, 10:39

Ernesto disse:

Elas eram consideradas virgens porque tinham lampadas, a luz da palavra de Deus

Não Ernesto. Eram virgens porque Jesus disse que eram virgens. Elas estavam no seu perfeito estado de pureza. Não tinham sido corrompidas. Eram santas.

A análise é mais profunda Ernesto. O problema é mais sério.

Ter a lâmpada não é o mais importante. Saber para que serve não é o mais importante. Saber manuseá-la não é o mais importante. Ter vasilhas para acondicionar o azeite não é o mais importante. Elas estavam equipadas. Elas estavam cientes da hora em que estavam vivendo. Estavam aguardando o Noivo. Elas criam que Ele viria. Elas sabiam que estavam, no dia final, na última hora.

MAS NÃO TINHAM O AZEITE. NÃO TINHAM O ESPÍRITO SANTO.

Elas até ouviram o alarido, o clamor, o grito "Eis aí o Noivo, saí-LHE ao encontro".

Elas se despertaram. Por certo se alegraram. Mas era meia-noite. Haviam trevas naquele momento.

De onde está vindo o alarido? Quem está gritando? Para que lado vamos? Tudo está muito escuro. É meia-noite. Não consigo acender a lâmpada. O pavio está seco. A vasilha está seca. Não consigo caminhar no Caminho para me encontrar com Ele. Fui imprudente quando me adormeci achando que Ele iria demorar muito. Eu achava que faltava muita coisa acontecer para que Ele chegasse.

Eu achava que o anti-Cristo tinha de vir antes. Eu achava que a grande tribulação tinha de vir antes. Eu achava que todos aqueles fenômenos do livro do Apocalípse tinham de acontecer primeiro. Eu achava que Ele viria em grande glória e O viríamos de qualquer maneira. Eu achava que "todo o olho O veria".

O que eu faço com a lâmpada seca. O que eu faço com o meu conhecimento teológico, com meus títulos teológicos, com meus livros, com minhas teses, com meus artigos evangélicos publicados?
Confiei neles, me entretive com eles enquanto meu azeite se acabava e não percebi.

Eu achei que o falar em línguas estranhas era o Espírito Santo. Eu achei que o guardar o sábado natural era o selo do Espírito Santo. Eu achei que frequentar a igreja era o Espírito Santo. Eu achei que desempenhar cargos na minha igreja era o Espírito Santo.

Lâmpada seca. Letras secas. Interpretações secas. Virgindade seca. Vida casta, limpa, pura, santificada, porem seca. Anos e anos de vida cristã, de trabalho evangelístico, de escolas dominicais e sabatinas, de pregação nos púlpitos, porem seca.

Essas são as virgens néscias. Esse é o tempo da meia-noite.
avatar
David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 180
Idade : 46
Cidade/Estado : João Pessoa - PB
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 7
Pontos de participação : 285
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por David em Qua 07 Out 2015, 12:39

Não há Bíblia que sustente essa crença de que a Igreja depois de salva, depois de redimida, depois de nascida de novo, depois de estar branca como a neve por ter-se lavado na Palavra e no sangue do Cordeiro, tenha a obrigatoriedade ou a necessidade de sofrer esse julgamento que é a grande tribulação. Para purgar o quê???

Olá Edson, como vai? Paz do Messias esteja convosco!


A pergunta não seria essa, que o amigo faz, mas ao contrário: Porque a igreja não deveria passar pela GT? Onde existe uma única passagem bíblica, que aponte para isso? Claro que o amigo, como um bom pré-tribulacionista, irá tentar se basear em versículos removidos de seu contextos, impondo-lhes sentido completamente adverso aquele que o escritor bíblico deu, ao registrar as Escrituras!

Mas as Escrituras são bastante claras: Por causa dos escolhidos, os dias da tribulação serão abreviados! Em parte alguma das Escrituras, o Messias afirma que “tiraria” os escolhidos da terra, antes da GT, mas ao invés disso diz que os dias seriam abreviados para eles fossem salvos.

Mateujs 24:22
mas por causa dos escolhidos, aqueles dias serão abreviados.


O Senhor não abandonará os seus durante a GT, mas os manterá firmes, e os apoiará. Os santos serão selados e protegidos contra os flagelos vindos de Deus. Mas apesar disso haverá perseguição pelo anticristo, e haverá mártires!

Apocalipse 13:7
E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los;


Essas pessoas acima são santas, são filhos de Deus, de modo que é necessário que haja permissão de Deus, para que sejam perseguidas, e mortas pelo anticristo!

O “arrebatamento secreto” é secreto somente as Escrituras Sagradas! Ninguem consegue ser pré-tribulacionista lendo só a Bíblia, amigo!


Veja que o amigo defende uma linha, mas sequer consegue mostrar uma única passagem bíblica que mostre claramente que o Senhor Jesus virá mais “duas vezes” ou, como vc achar melhor, virá uma vez em “duas etapas”!


O Mat. 24 trata desde a destruição do templo no ano 70 DC até o fim do mundo. E o arrebatamento está inserido nesse quadro. Jesus não fala explicitamente sobre o arrebatamento porque o arrebatamento não é para os judeus.

Em Mateus 24 o Senhor Jesus falava para seus apóstolos e discípulos, que eram cristãos. Ele não falava para judeus ímpios que não criam nele, mas para seus discípulos, que estavam sempre ao seu lado e que eram cristãos! Tudo aquilo que Ele falou em Mateus 24, para seus discípulos em sua época, serve para nós hj pois, assim como eles, também somos cristãos!

Jesus nunca falou sobre transformação de corpos.

Amigo, a boa metodologia de interpretação das Escrituras deve levar em conta todo o contexto, e as várias passagens que tratam sobre um mesmo assunto. Assim a primeira pergunta a ser feita seria: Existe uma única passagem nas Escrituras que afirmem que o Senhor virá mais duas vezes a terra? A resposta taxativa é: não, não existe nenhuma passagem que afirme sobre mais duas vindas do Senhor.

Senão existe nenhuma passagem que mostre que o Senhor virá mais duas vezes, dever[íamos fazer uma outra pergunta: Existem ligações e pontos comuns que nos permitam claramente perceber que a Vinda do Senhor será um EVENTO ÚNICO? A resposta a esta pergunta é SIM! Vejamos mais uma vez:

Mateus 24:31 E ele enviará os seus anjos com RIJO CLANGOR DE TROMBETA(forte som de trombeta), os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.

1 Coríntios 15:52 Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a ÚLTIMA TROMBETA; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados

1 Tessalonicenses 4:16 Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e COM A TROMBETA de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.


Parece salutar que devamos refletir nessas passagens em conjunto, porque elas falam claramente sobre a volta do Messias! E lendo percebemos claramente que elas tratam de um mesmo evento!

A boa metodologia de interpretação não é aquela que impõe um conceito estranho ao texto: "Está vendo aqui? Este é um evento diferente dos outros dois abaixo!". Ora, como se pode afirmar isso? Não há base no texto para se afirmar tal coisa e, muito pelo contrário, encontramos muitos motivos para enxergar que tratam de um mesmo evento! Lá em Apocalipse vemos claramente a última trombeta sendo tocada, e após isso, a afirmação de:


Ap 11:15
E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.18 E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.


Os textos são muito claro. O Senhor Jesus virá após o toque da última trombeta que, segundo o escritor do Apocalipse é a sétima! Essa interpretação parece muito clara e seque exatamente aquilo que está escrito, sem se precisar impor conceitos novos as Escrituras!

Jesus nunca falou que mortos ressuscitados e vivos transformados subiriam juntos para encontra-LO nos ares. Na verdade Jesus enfatiza a terceira vinda (Apoc. 19), que para os judeus é a segunda vinda.

Amigo, o que o Senhor Jesus nunca disse foi que viria mais duas vezes! Em parte alguma das Escrituras existe menção a essa afirmação! Quem faz isso, só o faz porque possui um pressuposto em mente: a sua própria teologia, e quer adequá-la ao texto bíblico!

Quem colocou Luz e revelou o mistério do arrebatamento da Igreja que estava oculto em Mat. 24 foi o apóstolo Paulo lá nos dias da Igreja primitiva (I Cor. 15:51).
Paulo registra o mesmíssimo evento citado pelo Senhor! A análise dos textos revelam isso! Mas se alguém impõe significados adversos ao texto bíblico pode ver até disco voador, ou avião, no texto sagrado!

A boa metodologia para interpretar não é aquela em que se impõe conceito ao texto bíblico mas, ao invés disso, se respeita aquilo que está escrito!

Talvez o seu problema, como o de todos os pre-tribulacionistas, é que imaginam que a Bíblia é um livro de enigmas! Assim, qualquer afirmação de um personagem bíblico será sempre motivo para dúvidas, e para se ver uma mensagem oculta, ou subliminar! Mas o processo de comunicação registrado através das Escrituras parecem muito claro: Quando o escritor bíblico quer que o leitor entenda suas palavras por meio de figuras ele sempre usa ferramentas para indicar isso. Assim, expressões como “quem lê entenda” ou “aqui há sabedoria” ou “e falou-lhes uma parábola”, ou mesmo quando registra animais com características completamente desconhecidas, indicam que o escritor bíblico quer que o leitor entenda o registro por interpretação de figuras. Mas o leitor fazer isso ao seu bel querer, apontando seu grande dedo e afirmando: “Esta é uma vinda de Cristo diferente das outras”, sem que haja uma única passagem que afirme que o Senhor virá mais duas vezes é o cúmulo do absurdo! Não existe um apóstolo ou alguém vivo com autoridade para REVELAR algo novo nesse sentido!

Jesus vem três vezes. Ele veio a primeira vez para redimir a Sua Igreja; a segunda vez, para receber a Sua Igreja (nos ares); a terceira vez, com a Sua Igreja, o Rei e Rainha para estabelecer o reinado milenar.

De qual livro o amigo conseguiu tal informação? Afinal nem em livros apócrifos encontramos isso!

Edson, isso é informação nova e vai muito além daquilo que está escrito! Não existe nenhum registro, seja bíblico ou apócrifo, afirmando que o Senhor Jesus virá mais duas vezes!

Que o Senhor nos abençoe

David

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2017
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5093
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Edison em Qua 07 Out 2015, 13:38

Ô David, a minha pergunta continua: Por que a Igreja depois de salva, depois de redimida, depois de nascida de novo, depois de estar branca como a neve por ter-se lavado na Palavra e no sangue do Cordeiro, tenha a obrigatoriedade ou a necessidade de sofrer esse julgamento que é a grande tribulação. Para purgar o quê???

Quanto a Mat. 24:22 é simples entender. Os dias da GT serão abreviados porque o espírito anti-Cristo é tão semelhante, tão igual, tão enganoso, que sendo abreviada a GT, automaticamente o arrebatamento também é abreviado.

O Enoque é tirado antes do diluvio. Quem se salvou em meio ao diluvio foi Noé. Estes são os tipos.

É exatamente como foi nos dias de Noé (Mat. 24:36-42).

O que aconteceu nos dias de Noé?

Houve um arrebatamento antes do diluvio. Noé se salvou em meio ao diluvio, mas antes do diluvio teve um homem que andou com Deus de tal maneira que Deus o tirou para não passar pelo que Noé passou. O arrebatamento pré-tribulacional é antitipo do Enoque.

Quanto às três vindas de Jesus, destaco que aquilo que chamo de segunda vinda, na verdade é uma vinda, digamos parcial, porque Jesus não vem na terra. É a Noiva quem sobe. Este encontro da Noiva com Jesus nos ares é o antitipo da Rebeca encontrando Isaque no caminho. Então Isaque a recebe e a leva para a casa do Abraão (Gen. 24:61-67).

O arrebatamento, ou rapto da Igreja-Noiva é somente para ela. Os que não farão parte desse acontecimento é compreensível que não o veja nas Escrituras. A Igreja-Noiva vê, crê e descansa.
avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1112
Idade : 88
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 165
Pontos de participação : 3056
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Ernesto em Qua 07 Out 2015, 15:19

Ernesto disse:

Elas eram consideradas virgens porque tinham lampadas, a luz da palavra de Deus

Edison diz;

Não Ernesto. Eram virgens porque Jesus disse que eram virgens. Elas estavam no seu perfeito estado de pureza. Não tinham sido corrompidas. Eram santas.

A análise é mais profunda Ernesto. O problema é mais sério.

Ter a lâmpada não é o mais importante. Saber para que serve não é o mais importante. Saber manuseá-la não é o mais importante. Ter vasilhas para acondicionar o azeite não é o mais importante. Elas estavam equipadas. Elas estavam cientes da hora em que estavam vivendo. Estavam aguardando o Noivo. Elas criam que Ele viria. Elas sabiam que estavam, no dia final, na última hora.

MAS NÃO TINHAM O AZEITE. NÃO TINHAM O ESPÍRITO SANTO

Ernesto diz:

Explique a situação delas com mais clareza. Elas eram¨ 5 Marias vai com as outras¨ Se elas possuíam tudo isso que vc. falou; mas lhes faltou o Espirito Santo então estavam perdendo seu tempo, porque lhes faltou o mais importante.e por isso elas não tinham condições de entrar com as outras.

Edison diz;
.
Elas até ouviram o alarido, o clamor, o grito "Eis aí o Noivo, saí-LHE ao encontro".
Elas se despertaram. Por certo se alegraram. Mas era meia-noite. Havia trevas naquele momento.
De onde está vindo o alarido? Quem está gritando? Para que lado vamos? Tudo está muito escuro. É meia-noite. Não consigo acender a lâmpada. O pavio está seco. A vasilha está seca. Não consigo caminhar no Caminho para me encontrar com Ele. Fui imprudente quando me adormeci achando que Ele iria demorar muito. Eu achava que faltava muita coisa acontecer para que Ele chegasse.

Ernesto diz;

Mas, o irmão é um cara de pau mesmo; Se houve 5, que estavam prontas para o encontro com Jesus, porque as outras não se prepararam também?

Edison diz:

Eu achava que o anti-Cristo tinha de vir antes. Eu achava que a grande tribulação tinha de vir antes. Eu achava que todos aqueles fenômenos do livro do Apocalípse tinham de acontecer primeiro. Eu achava que Ele viria em grande glória e O viríamos de qualquer maneira. Eu achava que "todo o olho O veria".
O que eu faço com a lâmpada seca. O que eu faço com o meu conhecimento teológico, com meus títulos teológicos, com meus livros, com minhas teses, com meus artigos evangélicos publicados?
Confiei neles, me entretive com eles enquanto meu azeite se acabava e não percebi.

Ernesto responde;

Eu vejo que o irmão é fertil na imaginação, não me diga que já estás ensaiando o papo dara se desculpar no Dia da chegada do noivo? rsrsrsrsrs

Edison diz:

Eu achei que o falar em línguas estranhas era o Espírito Santo. Eu achei que o guardar o sábado natural era o selo do Espírito Santo. Eu achei que frequentar a igreja era o Espírito Santo. Eu achei que desempenhar cargos na minha igreja era o Espírito Santo.

Lâmpada seca. Letras secas. Interpretações secas. Virgindade seca. Vida casta, limpa, pura, santificada, porem seca. Anos e anos de vida cristã, de trabalho evangelístico, de escolas dominicais e sabatinas, de pregação nos púlpitos, porem seca.

Essas são as virgens néscias. Esse é o tempo da meia-noite.

Ernesto responde;

Fuja de todas estas coisas, para não serdes tachado de virgens nécias.

Abraços Ernesto
avatar
David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 180
Idade : 46
Cidade/Estado : João Pessoa - PB
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 7
Pontos de participação : 285
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por David em Qua 07 Out 2015, 16:15

Ô David, a minha pergunta continua: Por que a Igreja depois de salva, depois de redimida, depois de nascida de novo, depois de estar branca como a neve por ter-se lavado na Palavra e no sangue do Cordeiro, tenha a obrigatoriedade ou a necessidade de sofrer esse julgamento que é a grande tribulação. Para purgar o quê???

Ô Edson, eu é que continuo a perguntar porque os salvos, contemporâneos ao aparecimento do anticristo, não passarão pela GT, já que durante toda a história o povo de Deus sempre passou pela ira, sendo dela poupado:

Foi assim durante o dilúvio, quando o povo de Deus (Noé e sua família) foram poupados da ira do Senhor que veio sobre todo o mundo.

Foi assim no Egito, quando o povo de Deus, a saber, todos aqueles que estavam debaixo do sangue do cordeiro, foram poupados da ira que caiu sobre todo o Egito!

Apesar de guardados, os salvos durante o episódio do Egito foram perseguidos! A perseguição sempre foi algo que esteve presente na vida do povo de Deus! A igreja dos primórdios foi perseguida e muitos cristãos martirizados, decapitados, queimados vivos, jogados vivos às feras! Porque os cristãos dos últimos dias seriam diferentes? Todos que foram perseguidos no passado eram santos, lavados, remidos (não há outro meio de salvação há não ser pelo Sangue do Senhor Jesus Cristo), nascidos de novo, mas não precisaram ser removidos da terra para serem poupados dos juízos de Deus! Segundo sua análise, todos eles passaram por essas provações para “purgar” algum pecado? Em que os crentes de hj são melhores do que os dos primórdios? Veja que o amigo não aponta nenhuma passagem bíblica sequer e apenas defende sua posição devido ao vosso pressuposto teológico: a doutrina pre tribulacionista!

Assim, é voce quem tem de explicar o porque de os santos dos últimos dias não passarem pela GT: Eles são melhores do que os demais salvos?

Outra coisa: Quando o Senhor faz menção “aos dias de Noé”, Ele mesmo explica...

Mateus 24:37-39
37  E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.
38  Porquê assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca,
39  E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.


Perceba que a semelhança com os dias de Noé é no sentido de que, naqueles dias, as pessoas “comiam, bebiam, casavam e davam –se em casamento...” ou seja, viviam suas vidas como achavam que deviam viver, e o dilúvio veio inesperadamente levando a todos! Assim será também quando o Senhor vier: os juízos de Deus levarão a todos aqueles que não estão preparados, e só ficará os salvos!

Perceba que na sua ânsia por encaixar a doutrina pre-tribulacionista, o amigo vem logo com Enoque, mas veja que o Senhor não referiu-se a ele, mas ao modo de viver dos ímpios

Quanto a Mat. 24:22 é simples entender. Os dias da GT serão abreviados porque o espírito anti-Cristo é tão semelhante, tão igual, tão enganoso, que sendo abreviada a GT, automaticamente o arrebatamento também é abreviado.

As Escrituras dizem que os dias da GT serão abreviados por causa dos escolhidos: É por amor aos eleitos que o Senhor abreviará aqueles dias! Os santos serão perseguidos pelo anticristo, e muitos serão martirizados! Creio que por isso, o Senhor abreviará aqueles dias! Essa é a verdade que encontramos nas Escrituras e tudo o que passar disso é apenas especulação!

Quanto às três vindas de Jesus, destaco que aquilo que chamo de segunda vinda, na verdade é uma vinda, digamos parcial, porque Jesus não vem na terra. É a Noiva quem sobe. Este encontro da Noiva com Jesus nos ares é o antitipo da Rebeca encontrando Isaque no caminho. Então Isaque a recebe e a leva para a casa do Abraão (Gen. 24:61-67).

Amigo a salvação é pessoal! Todos que aceitaram verdadeiramente ao Messias, são Templo do Espírito Santo e anseiam pelo encontro com o Messias! Mas essa onda de “três vindas” chega a ser engraçado, porque não há uma só passagem bíblica que dê apoio a isso. No grego é que a evidência para uma vinda única do Senhor torna-se ainda mais forte e notória: Sempre quando é mencionado sobre a vinda do Senhor, se fala de PAROUSIA. Em nenhum momento se fala de “arrebatamento secreto” e muito menos arrebatamento sem “parousia”.

O arrebatamento, ou rapto da Igreja-Noiva é somente para ela. Os que não farão parte desse acontecimento é compreensível que não o veja nas Escrituras. A Igreja-Noiva vê, crê e descansa.

Como já disse, dependendo da metodologia de interpretação que o leitor usa, ele pode ver até mesmo o “pé grande” nas Escrituras. Pessoalmente, gosto da metodologia de interpretação chamada de HISTÓRICA GRAMATICAL: Usando esse tipo de metodologia para interpretar as Escrituras, você não pode vê-la como um livro de charadas. Pois muitos, ao lerem as Escrituras, pensam que as palvras registradas pelos escritores bíblicos tem sempre uma segunda mensagem encoberta, e que precisa ser desvendada! Isso só leva o leitor para o lado errado da mensagem bíblica!

Eu era pre tribulacionista. E assim como você precisava fazer as maiores estrepolias para tentar mostrar que o Senhor Jesus viria mais duas vezes a terra. Para isso eu precisava arrancar passagens bíblicas de seu contexto e de ver “antítipo” em tudo que é passagem bíblica para tentar firmar a doutrina. É curioso que muitos desses “antítipo” não foram sequer percebidos pelos apóstolos e por outros vários personagens bíblicos  ou cristãos da histporia da igreja, simplesmente porque isso é invencionice humana, criada por DARBY!

Que o Senhor nos abençoe


David

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2017
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5093
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Edison em Qua 07 Out 2015, 18:51

David, a minha pergunta continua para você e para o meu irmão Ernesto:

""""Por que a Igreja depois de salva, depois de redimida, depois de nascida de novo, depois de estar branca como a neve por ter-se lavado na Palavra e no sangue do Cordeiro, tenha a obrigatoriedade ou a necessidade de sofrer esse julgamento que é a grande tribulação. Para purgar o quê???""""

Outra coisa: Quando o Senhor faz menção “aos dias de Noé”, Ele mesmo explica...

Mateus 24:37-39
37 E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.
38 Porquê assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca,
39 E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.

Perceba que a semelhança com os dias de Noé é no sentido de que, naqueles dias, as pessoas “comiam, bebiam, casavam e davam –se em casamento...” ou seja, viviam suas vidas como achavam que deviam viver, e o dilúvio veio inesperadamente levando a todos! Assim será também quando o Senhor vier: os juízos de Deus levarão a todos aqueles que não estão preparados, e só ficará os salvos!

Perceba que na sua ânsia por encaixar a doutrina pre-tribulacionista, o amigo vem logo com Enoque, mas veja que o Senhor não referiu-se a ele, mas ao modo de viver dos ímpios

Não há ânsia alguma. O que há é revelação das Escrituras. O Enoque está dentro do contexto do mundo pré-diluviano. Enoque é o sétimo depois de Adão (Jud 1:14). A Igreja-Noiva que é arrebatada a exemplo de Enoque, é a sétima depois de Jesus considerando as sete eras dentro do tempo dos gentios (Apoc. 2 e 3).
E penso que você também não captou outro detalhe que envolve os dias de Noé. Nos dias de Noé havia um profeta na terra (Amos 3:7). Profeta este ignorado pelo mundo e inclusive por outro descendentes de Adão.

As Escrituras dizem que os dias da GT serão abreviados por causa dos escolhidos: É por amor aos eleitos que o Senhor abreviará aqueles dias! Os santos serão perseguidos pelo anticristo, e muitos serão martirizados! Creio que por isso, o Senhor abreviará aqueles dias! Essa é a verdade que encontramos nas Escrituras e tudo o que passar disso é apenas especulação!

Nenhuma tribulação ocorrida na terra, considerando inclusive o cataclismo do diluvio, se compara com a Grande Tribulação.
Olhe o que Jesus disse:
"Porque naqueles dias haverá uma aflição tal, qual nunca houve desde o princípio da criação, que Deus criou, até agora, nem jamais haverá.
E, se o Senhor não abreviasse aqueles dias, nenhuma carne se salvaria; mas, por causa dos eleitos que escolheu, abreviou aqueles dias"
(Mar 13:19-20).

O arrebatamento ocorrerá no limiar da Grande Tribulação. Não tenho dúvidas de que o arrebatamento acontecerá em meio de grande aperto para a Noiva.
Mas ela não passa pela Grande Tribulação porque não há justificativa divina, escriturística, para que ela passe por esse juízo.

Então é um equivoco teu querer comparar as tribulações pelas quais passou o povo de Deus, quer seja o grupo israelita, quer seja o grupo gentio, desde o principio da criação.

Amigo a salvação é pessoal! Todos que aceitaram verdadeiramente ao Messias, são Templo do Espírito Santo e anseiam pelo encontro com o Messias! Mas essa onda de “três vindas” chega a ser engraçado, porque não há uma só passagem bíblica que dê apoio a isso. No grego é que a evidência para uma vinda única do Senhor torna-se ainda mais forte e notória: Sempre quando é mencionado sobre a vinda do Senhor, se fala de PAROUSIA. Em nenhum momento se fala de “arrebatamento secreto” e muito menos arrebatamento sem “parousia”.

Passagens tem, por crer depende do tipo de fé que tem cada um. Uma fé intelectual erigida em cima de metodologias teológicas cuja base é a razão e a lógica, certamente não consegue crer.

Por falar em tipo e antitipo, "metodologia" muito usada por Paulo, disse ele que a Agar era a Jerusalém natural e que a Sara é a Jerusalém celestial (Gal. 4:26-26). Ele disse que a pedra de onde tiravam água no deserto era Cristo (I Cor. 10:4). E agora? Tem alguma metodologia de interpretação que digere isso?





avatar
David
- Abraão / Sara -
- Abraão / Sara -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 180
Idade : 46
Cidade/Estado : João Pessoa - PB
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 7
Pontos de participação : 285
Data de inscrição : 11/02/2009

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por David em Qua 07 Out 2015, 21:49

David, a minha pergunta continua para você e para o meu irmão Ernesto:

""""Por que a Igreja depois de salva, depois de redimida, depois de nascida de novo, depois de estar branca como a neve por ter-se lavado na Palavra e no sangue do Cordeiro, tenha a obrigatoriedade ou a necessidade de sofrer esse julgamento que é a grande tribulação. Para purgar o quê???""""

Olá Edson paz do Senhor Jesus

Eu pensei já ter respondido esta questão e ter deixado claro que é voce quem tem muito a responder! Mas se o amigo ainda não entendeu, então vamos lá:

A igreja “salva, depois de redimida, depois de nascida de novo, depois de estar branca como a neve por ter-se lavado na Palavra e no sangue do Cordeiro” passará pela GT porque:

1-não existe nenhuma passagem bíblica dizendo que ela não deva passar! Não existe nada, nas Escrituras Sagradas que mostrem que os salvos irão ser retirados antes da GT, mas que passarão por ela! Assim dizer o contrário, é ir contra aquilo que está escrito. Veja o tipo de argumento que vc usa para dizer que os salvos contemporâneos da GT, serão retirados antes que esta aconteça: Enoque foi arrebatado antes do diluvio então a igreja também vai ser... Desculpe Edson, mas esse tipo de interpretação chega a ser engraçado!

2 – O apóstolo Paulo nos informa que “a vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo e a nossa reunião com Ele” não acontecerá sem que “antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado”, a quem “o Senhor destruirá pelo assopro da sua boca e aniquilará pelo esplendor da sua vinda”.

2 Tessalonicenses 2
1  ORA, irmãos, rogamos pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele,
2  Mas não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto.
3  Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,
4  O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus.
7  Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado;
8  E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;


A Escritura é clara que o anticristo será derrotado com a vinda do Messias: Não há nenhuma base para o amigo apontar o dedão e afirmar: “Está vendo? Isso acontece sete anos após a GT”. Ora isso não está no texto e quem faz isso vê elefantes azuis no texto bíblico aonde tem vontade de ver!

3 -  o próprio Messias, em sua oração sacerdotal, pediu ao Pai que não a tire do mundo mas apenas que a livrasse do mal!

João 17:15
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.


Ora, porque o Messias pediu ao Pai que não retirasse os salvos do mundo, e você ensina justamente o contrário, sem nenhuma base bíblica?

Diante de todas essas questões, é você quem tem de explicar o porque de querer que os salvos sejam poupados da GT que está por vir! Claro que nas Escrituras não encontramos nenhuma base para tais afirmações!

Não há ânsia alguma. O que há é revelação das Escrituras. O Enoque está dentro do contexto do mundo pré-diluviano. Enoque é o sétimo depois de Adão (Jud 1:14). A Igreja-Noiva que é arrebatada a exemplo de Enoque, é a sétima depois de Jesus considerando as sete eras dentro do tempo dos gentios (Apoc. 2 e 3).
E penso que você também não captou outro detalhe que envolve os dias de Noé. Nos dias de Noé havia um profeta na terra (Amos 3:7). Profeta este ignorado pelo mundo e inclusive por outro descendentes de Adão.

Já vi muita gente defendendo muita coisa sobre o que seria o “mundo pré-diluviano”. As pessoas fazem isso porque imaginam que, apesar de o Senhor Jesus ter sido claro, referindo-se ao modo de ser das pessoas antes do dilúvio, as Palavras do Senhor estavam cheias de enigmas: Na verdade, o Senhor não queria dizer o que disse, ou fazer a comparação que fez... Assim o Senhor não falou bem claramente, e por isso é necessário buscar mais coisas em suas palavras...! Isso é ir além do que está escrito, Edson! O Senhor foi claro e taxativo, explicando inclusive o que quis dizer, quando explicou “comiam e bebiam e casavam-se e davam-se em casamento até que veio o dilúvio...”. A intenção do Senhor foi mostrar a o quanto a sua vinda será inesperada, pelos ímpios: Eles serão pegos de surpresa!

Com relação ao profeta, imagino que o amigo quer fazer propaganda do Willian Marrion Brahna, estou certo? Para mim, esse tal é falso profeta, pois que ensinou várias heresias, como a questão de que o promeiro pecado seria uma relação sexual de Eva com a cobra. Isso é um tremendo de um absurdo!

Nenhuma tribulação ocorrida na terra, considerando inclusive o cataclismo do diluvio, se compara com a Grande Tribulação.
Olhe o que Jesus disse:
"Porque naqueles dias haverá uma aflição tal, qual nunca houve desde o princípio da criação, que Deus criou, até agora, nem jamais haverá.
E, se o Senhor não abreviasse aqueles dias, nenhuma carne se salvaria; mas, por causa dos eleitos que escolheu, abreviou aqueles dias" (Mar 13:19-20).

É verdade, existem várias afirmações sobre a muita angustia que haverá na GT. Mas apesar disso, seu resultado não chegará nem perto do que aconteceu quando o Senhor destruiu o mundo com águas (eu entendo que o dilúvio foi universal, e não parcial). No dilúvio a vida, seja vegetal, seja animal, foi toda morta pelas águas! Na GT, não haverá aniquilação total de vegetais nem de animais, e nem será apenas uma dezena de pessoas que escapará dela! Diante disso, o furor da ira do Senhor, durante o dilúvio parece ter sido bem mais severo do que aquele, que acontecerá durante a GT. Talvez na GT ocorra mais angustia porque muitos procurarão a morte, mas parece que não terão coragem de se matar!
A GT será abreviada por causa dos escolhidos de Deus, que estarão sofrendo perseguição do anticristo!

Passagens tem, por crer depende do tipo de fé que tem cada um. Uma fé intelectual erigida em cima de metodologias teológicas cuja base é a razão e a lógica, certamente não consegue crer.

E porque o amigo não posta só uma, sobre as mais duas vindas do Messias? Eu tenho insistido, mas o amigo parece ter fugido de apresentar tais passagens. Mostre-nos apenas uma!

Por falar em tipo e antitipo, "metodologia" muito usada por Paulo, disse ele que a Agar era a Jerusalém natural e que a Sara é a Jerusalém celestial (Gal. 4:26-26). Ele disse que a pedra de onde tiravam água no deserto era Cristo (I Cor. 10:4). E agora? Tem alguma metodologia de interpretação que digere isso?

Eu não disse que as Escrituras não falavam de “antítipos”. O que eu disse é que o pre tribulacionistas as inventa: Edson, uma coisa é Paulo ter feito uma comparação, fazendo uma analogia, usando de “tipo e antítipo”, mas outras coisa é você fazer. Desculpa o amigo, mas eu penso que Paulo, como apóstolo, tinha autoridade para fazer isso, mas você, nem ninguém hoje, tem a mesma autoridade que ele, para fazer uma comparação e dizer que tal é correta de fato, e todos ficarem na obrigação de aceitar tal comparação, como somos, quando foi um apóstolo que fez a comparação!

Conteúdo patrocinado

Re: Seria assim o arrebatamento da igreja ?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qui 17 Ago 2017, 12:31