F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Compartilhe

Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 6377
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Marcelo Almoedo em Qua 22 Abr 2015, 20:40

Boa noite

Vasuivan
Será que devo crê que estas sejam as únicas orientações constantes das cartilhas do novos convertidos?
Será que por este verso devo entender que o que não foi citado a qui é porque não há mais a necessidade de se observar?
Por mais que eu tente, não consigo entender o porque dos cristãos se agarrarem tanto por uma suposto visionários,(as) dito profeta, apóstolo etc.. como Joseph Smith, Allan Kardec, Guilherme Miller, Ellen White, William Branham e muito outros, como se a Bíblia não bastasse para dar lhes o ensino e a Direção Divina? 

Para muitas pessoas, o argumento mais convincente em apoio do sábado é o fato de que Jesus guardou o sábado. Cristãos querem seguir Jesus, viver como ele fez (1 João 2:06  ). Isto inclui o dia em que ele manteve certo?

O problema é que Jesus também foi circuncidado, e ele falou da circuncisão como uma lei válida ( João 7:23 ). Ele também falou de sacrifícios como um direito que deve ser mantido ( Mateus 5:24<> Mateus 8:04 ). Como um cordeiros obedientes as leis judaica, Jesus teria oferecido Páscoa (Lucas 2:41 ), construídos abrigos com galho de árvore para o Festival de Tabernáculos, manteve outras festas judaicas, usava cabelos compridos e barba, usava no canto de suas veste borlas, franjas (Adorno pendente feito de fios de lã) e presas com um cordão azul.em cumprimento com a lei narrada em (Números 15:37-41), apoiou o templo (Mateus 17:27 ) e outros costumes da antiga aliança. Segundo o Grande Livro, Jesus viveu sem pecado sob os requisitos da antiga aliança (Hebreus 4:15 ). Ele nasceu sob a lei, enquanto a antiga aliança ainda estava em vigor (Gálatas 4:04).
Jesus era judeu, viveu como judeus, para os judeus, nos tempos da antiga aliança; Vocês Não. Devido a esta diferença tão importante, não podemos apenas supor que vocês têm de fazer tudo o que Jesus fez. Vocês Não tem de obedecer às mesmas leis que fazia por ser judeu.

É exatamente aqui que não consigo entender por mais que tento, apenas podemos supor que vocês tem de fazer tudo o que Jesus fez.
Como disse, Jesus viveu nos tempos da antiga aliança. Vocês Não, ou será que vocês são obrigado a obedecer às mesmas leis da antiga aliança? Ou o novo ensinamento que ele criou e transmitiu?

Se vocês querem viver como Ele do mesmo modo como judeu, começar agora a circuncidasse.

Pastor Almoedo

Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Número de Mensagens : 3133
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Vasuilvan em Qua 22 Abr 2015, 21:46

Rasabino escreveu:Graça e Paz Vasuilvan!

Primeiro, diga o que vc entende que significa:
Vasuilvan escreveu:Ser libertos da lei e estar mortos para aquilo que estávamos sujeitos não significa deixar de ser sujeito a Lei de Deus porque NÃO SER SUJEITO A LEI DE DEUS de acordo com Romanos 8:7 é uma atitude da condição de inimizade com Deus pois essa postura em relação a Lei de Deus é produzida pelo pendor da carne e não pelo pendor do Espirito...[/color][/size]

"para aquilo que estávamos sujeitos"

O que significa "aquilo" no texto?

Todo este empasse terminará com esta interpretação!

Muito bem, quem se habilita? Smile

      Rasabino.  Aquilo;;;;


  Nada mais é do que a velha maneira, citada pelo Marcelo, de obedecer à lei de Deus...


   somente tínhamos á disposição as letras escritas em tábuas de pedra, mas agora, impressa em nossos corações podemos obedecê-la em novidade de vida, e ainda de acordo com os "porém vos digo", de Cristo em mateus 5...


   A obediência à lei, em nada nos é prejudicial e ser sujeito a ela é o alvo de todo Cristão...   veja...


   Não será como a aliança que fiz com os seus antepassados...  Rasabino, esta frase, é o aquilo que você me requereu...


    "Esta é a aliança que farei com a comunidade de Israel depois daqueles dias", declara o Senhor. "Porei minhas leis em suas mentes e as escreverei em seus corações. Serei o Deus deles, e eles serão o meu povo.
Hebreus 8:10Hebreus 8:9
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3133
Idade : 46
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 130
Pontos de participação : 10304
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Vasuilvan em Qua 22 Abr 2015, 21:51

//////


   Rasabino e Marcelo...

   mas agora desligados estamos da Lei, por termos morrido para aquilo em que estávamos presos, de sorte que sirvamos em novidade de espírito e não na velhice da letra. Romanos 7:6 (versão britânica)




   Essa parte destacada, não pode referir-se à Lei de Deus. "Aquilo", não é a lei de Deus.  Porque o autor desse texto teria dificuldade em citar ali a Lei?.   
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 63
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 61
Pontos de participação : 11673
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Marcelo Almoedo em Qua 22 Abr 2015, 22:00

Boa noite

Vasuilvan
mas agora desligados estamos da Lei, por termos morrido para aquilo em que estávamos presos, de sorte que sirvamos em novidade de espírito e não na velhice da letra. Romanos 7:6 (versão britânica)
Vasuilvan porque "versão britânica", será que só ela quer dizer o que você gostaria de ouvir?
Versão: Português: João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada
Romanos 7:6Agora, porém, libertados da lei, estamos mortos para aquilo a que estávamos sujeitos, de modo que servimos em novidade de espírito e não na caducidade da letra.    
Versão: Português: Nova Tradução na Linguagem de Hoje
Romanos 7:6Porém agora estamos livres da lei porque já morremos para aquilo que nos mantinha prisioneiros. Por isso somos livres para servir a Deus não da maneira antiga, obedecendo à lei escrita, mas da maneira nova, obedecendo ao Espírito de Deus.    
Versão: Português: João Ferreira de Almeida Atualizada
Romanos 7:6Mas agora fomos libertos da lei, havendo morrido para aquilo em que estávamos retidos, para servirmos em novidade de espírito, e não na velhice da letra.       
Versão: Português: João Ferreira de Almeida Corrigida e Revisada, Fiel

Romanos 7:6Mas agora temos sido libertados da lei, tendo morrido para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra.    
Versão: Português: Nova Versão Internacional
Romanos 7:6Mas agora, morrendo para aquilo que antes nos prendia, fomos libertados da Lei, para que sirvamos conforme o novo modo do Espírito, e não segundo velha forma da Lei escrita.    
Pastor Almoedo
avatar
Prof. Azenilto G. Brito
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 652
Idade : 72
Cidade/Estado : Kaunakakai, Molokai, Havaí
Religião : Adventista do 7o. Dia
Igreja : Adventista do 7o. Dia
País : EUA
Mensagens Curtidas : 6
Pontos de participação : 1800
Data de inscrição : 20/01/2014

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Prof. Azenilto G. Brito em Qua 22 Abr 2015, 22:20


Olá, Marcelo

Aloha desde a ilha de Molokai, Havaí

Primeiro, que já refutamos todo esse raciocínio dispensacionalista dianenhumista baseado numa leitura ISOLADA, DESCONTEXTUALIZADA de um texto, como Rom. 7:6. Já mostrei como dois grandes autores e Reformadores (Lutero e Calvino) entendem este texto sem ignorar o contexto. O problema é que, como diz uma velha declaração, “um texto fora do contexto é pretexto para heresia”.

Faça-me o favor. Leia TODO O CAPÍTULO 7 de Romanos, inteirinho, até o fim. Não fique SÓ no vs. 6. Leia também os vs. 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25. Pode até compará-los nas versões todas que citou, Internacional, Fiel, Infiel, as que queira.

Depois que fizer isso, a gente volta a conversar, ok?

P.S.: Ah sim, Jesus foi circuncidado, participou da Páscoa judaica e tudo o mais. Contudo, os cristãos TODOS, ao longo da história (não só os adventistas) ensinam que há aspectos da lei mosaica que não se aplicam mais aos cristãos, a que chamam de Lei Cerimonial, no que se distingue da Lei Moral, que se acha refletida e expressa nos Dez Mandamentos. Quem ensina isso NÃO SÃO SÓ OS ADVENTISTAS, e sim os irmãos luteranos, presbiterianos, batistas, metodistas, congregacionais, anglicanos e mesmo católicos e ortodoxos. Isso HÁ SÉCULOS. Mais recentemente os assembleianos vieram a público ensinando A MESMA COISA, sem tirar nem pôr.

Mas se perguntar isso a esses outros evangélicos aqui, não sabem nada sobre isso, inclusive os assembleianos. É impressionante! Deviam saber, mas NÃO SABEM! Inclusive pastores, imagine!


avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 63
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 61
Pontos de participação : 11673
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Marcelo Almoedo em Qua 22 Abr 2015, 23:05

Boa noite

Azenilto
P.S.: Ah sim, Jesus foi circuncidado, participou da Páscoa judaica e tudo o mais. Contudo, os cristãos TODOS, ao longo da história (não só os adventistas) ensinam que há aspectos da lei mosaica que não se aplicam mais aos cristãos, a que chamam de Lei Cerimonial, no que se distingue da Lei Moral, que se acha refletida e expressa nos Dez Mandamentos. Quem ensina isso NÃO SÃO SÓ OS ADVENTISTAS, e sim os irmãos luteranos, presbiterianos, batistas, metodistas, congregacionais, anglicanos e mesmo católicos e ortodoxos. Isso HÁ SÉCULOS. Mais recentemente os assembleianos vieram a público ensinando A MESMA COISA, sem tirar nem pôr.
Meu querido Professor, se o sábado fosse parte de uma lei moral poderia uma lei cerimonial enfraquecer-la, como era o caso da circuncisão?

Vamos lê o que João diz sobre isso <> João 7:22-24 Pelo motivo de que Moisés vos deu a circuncisão (não que fosse de Moisés, mas dos pais), no sábado circuncidais um homem.Se o homem recebe a circuncisão no sábado, para que a lei de Moisés não seja quebrantada, indignais-vos contra mim, porque no sábado curei de todo um homem? Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.

Ai professor, jesus estava errado.

Pastor Almoedo
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 63
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 61
Pontos de participação : 11673
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Marcelo Almoedo em Qua 22 Abr 2015, 23:20

Boa noite

Professor, por favor, me diz uma coisinha, o que abrangia o livro da lei? Nada menos do que 613 mandamentos, mas vocês, os adventistas resolveram criar apenas duas leis. Uma delas denominaram como Lei Moral, os dez mandamentos, e o restante como Lei de Moisés, cancelada na cruz. Fácil, não? Baseados em quê fizeram essa distinção de leis? Tem apoio bíblico? Onde aparecem na Bíblia expressões como Lei Moral e Lei Cerimonial? Por isso confessam: “Seria útil classificarmos as leis do Velho Testamento em várias categorias: 1. Lei moral; 2. Lei Cerimonial; 3. Lei Civil, 4. Estatutos e Juízos; 5. Leis de saúde. 

Pastor Almoedo
avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 63
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 61
Pontos de participação : 11673
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Marcelo Almoedo em Qua 22 Abr 2015, 23:50

Boa noite

Azenilto
Não fique SÓ no vs. 6. Leia também os vs. 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25. Pode até compará-los nas versões todas que citou, Internacional, Fiel, Infiel, as que queira. 
Claro que não fico, vamos expôr o capitulo por inteiro e você acompanha o grifo. Vamos Nessa então 

Libertados da lei


1 - Meus irmãos, vocês todos podem compreender muito bem o que vou dizer. Vocês conhecem as leis e sabem que elas só têm poder sobre uma pessoa enquanto essa pessoa está viva.

2 - Por exemplo, a mulher casada está ligada pela lei ao marido enquanto ele estiver vivo; mas, se ele morrer, ela estará livre da lei que a liga ao marido.

3 - De modo que, se ela viver com outro homem enquanto o marido estiver vivo, ela será chamada de adúltera. Mas, se o marido morrer, ela estará 
legalmente livre e não cometerá adultério se casar com outro homem.

4 - O mesmo acontece com vocês, meus irmãos. Do ponto de vista da lei, vocês também já morreram, pois são parte do corpo de Cristo. E agora pertencem a ele, que foi ressuscitado para que nós possamos viver uma vida útil no serviço de Deus.

5 - Pois, quando vivíamos de acordo com a nossa natureza humana, os maus desejos despertados pela lei agiam em todo o nosso ser e nos levavam para a morte.

6 - Porém agora estamos livres da lei porque já morremos para aquilo que nos mantinha prisioneiros. Por isso somos livres para servir a Deus não da maneira antiga, obedecendo à lei escrita, mas da maneira nova, obedecendo ao Espírito de Deus.

A luta com pecado


7 - O que vamos dizer então? Que a própria lei é pecado? É claro que não! Mas foi a lei que me fez saber o que é pecado. Pois eu não saberia o que é a cobiça se a lei não tivesse dito: “Não cobice. ”

8 - Porém o pecado se aproveitou dessa lei para despertar em mim todo tipo de cobiça. Porque, se não existe a lei, o pecado é uma coisa morta.

9 - Pois houve um tempo em que eu não conhecia a lei e estava vivo. Mas, quando fiquei conhecendo o mandamento, o pecado começou a viver,

10 - e eu morri. E o próprio mandamento que me devia trazer a vida me trouxe a morte.

11 - Porque o pecado, aproveitando a oportunidade dada pelo mandamento, me enganou e, por meio do mandamento, me matou.

12 - Assim a lei vem de Deus; e o mandamento também vem de Deus, diz o que é certo e é bom.

13 - Então será que o que é bom me levou à morte? É claro que não! Foi o pecado que fez isso. Pois o pecado, usando o que é bom, me trouxe a morte para que ficasse bem claro aquilo que o pecado realmente é. E assim, por meio do mandamento, o pecado se mostrou mais terrível ainda.

14 - Sabemos que a lei é divina; mas eu sou humano e fraco e fui vendido ao pecado para ser seu escravo.

15 - Eu não entendo o que faço, pois não faço o que gostaria de fazer. Pelo contrário, faço justamente aquilo que odeio.

16 - Se faço o que não quero, isso prova que reconheço que a lei diz o que é certo.

17 - E isso mostra que, de fato, já não sou eu quem faz isso, mas o pecado que vive em mim é que faz.

18 - Pois eu sei que aquilo que é bom não vive em mim, isto é, na minha natureza humana. Porque, mesmo tendo dentro de mim a vontade de fazer o bem, eu não consigo fazê-lo.

19 - Pois não faço o bem que quero, mas justamente o mal que não quero fazer é que eu faço.

20 - Mas, se faço o que não quero, já não sou eu quem faz isso, mas o pecado que vive em mim é que faz.

21 - Assim eu sei que o que acontece comigo é isto: quando quero fazer o que é bom, só consigo fazer o que é mau.

22 - Dentro de mim eu sei que gosto da lei de Deus.

23 - Mas vejo uma lei diferente agindo naquilo que faço, uma lei que luta contra aquela que a minha mente aprova. Ela me torna prisioneiro da lei do pecado que age no meu corpo.

24 - Como sou infeliz! Quem me livrará deste corpo que me leva para a morte?

25 - Que Deus seja louvado, pois ele fará isso por meio do nosso Senhor Jesus Cristo! Portanto, esta é a minha situação: no meu pensamento eu sirvo à lei de Deus, mas na prática sirvo à lei do pecado.


Pastor Almoedo
avatar
Prof. Azenilto G. Brito
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 652
Idade : 72
Cidade/Estado : Kaunakakai, Molokai, Havaí
Religião : Adventista do 7o. Dia
Igreja : Adventista do 7o. Dia
País : EUA
Mensagens Curtidas : 6
Pontos de participação : 1800
Data de inscrição : 20/01/2014

PAULO DIVIDE AS LEIS E IGREJA HÁ SÉCULOS FAZEM O MESMO

Mensagem por Prof. Azenilto G. Brito em Qui 23 Abr 2015, 05:14


Aloha, amigo Marcelo

Veja alguns dos seus erros flagrantes de análise:

Primeiro, quem disse que a INTENÇÃO de Jesus é desqualificar o sábado e apresentar a circuncisão como mais importante? (...) Veja algumas perguntas pertinentes:

a - Como a circuncisão seria mais importante do que o preceito do sábado se era só para meninos, não para as meninas?

b - Como Jesus iria sugerir o MÍNIMO de desqualificação de qualquer MÍNIMO dentre os mandamentos, sendo o sábado um mandamento dos MÁXIMOS na lei, diante do que Ele diz em Mat. 5:17-19, especialmente o vs. 19?

c - Quem lhe disse que os adventista criaram a divisão das leis? Puxa, isso mostra a sua DESINFORMAÇÃO TOTAL dos fatos, e IGNORA que séculos antes de os adventistas surgirem no cenário religioso isso já era ensinado na Confissão de Fé de Westminster e na Confissão de Fé Batista, em ambos os documentos (respectivamente de 1647 e 1689) no Capítulo 19, além de John Wesley e tantos outros.

d - Terminologia como prova de doutrina é o que menos conta. O que interessa são FATOS, não palavras para defini-los. Onde na Bíblia se encontram termos “técnicos” tais como Trindade, teocracia, onisciência, onipresença, onipotência, milênio pré-mid-pós tribulacionlsmo?

Agora, veja como Paulo divide as leis em 1 Cor. 7:19 e como um respeitado teólogo evangélico comenta a passagem:

“A maioria dos estudiosos de Paulo insiste em que ele não distingue explicitamente entre os aspectos éticos e os cerimoniais da lei. Isto é certo, mas a distinção implícita é inevitável e deve ser levada muito em conta. Ainda que a circuncisão fosse um mandamento de Deus e parte da lei, Paulo faz uma separação entre a circuncisão e os Mandamentos de Deus quando diz: ‘A circuncisão nada é, e também a incircuncisão nada é, mas sim a observância dos mandamentos de Deus’ (I Cor. 7:19). Ao fazer isso, apartou o ético do cerimonal, o permanente do temporário”. (Teologia do Novo Testamento, Dr. G. E. Ladd).

Ah sim, e para esclarecimento da INTENÇÃO REAL de Cristo ao dizer o que disse em João 7:24, Ele não está desqualificando o sábado nem ensinando NADA que diminuísse sua importância (lembre-se, se Ele fizesse isso teria que ser, Ele próprio, considerado “o mínimo no reino dos céus” (Mat. 5:19). A intenção de Cristo, pelo contexto, é dizer que se realizar um ato religioso sagrado como a circuncisão no sábado não era errado POR QUE SERIA ERRADO (dentro da própria lógica deles) curar uma pessoa escrava de doença por anos? Simplesmente isso, amigo, nada mais. . . (...)

Aliás, uma pergunta bem pertinente sobre isso é a seguinte:

* Qual era o TEOR dos constantes debates de Cristo com a liderança judaica sobre o tema do sábado: SE era ainda para ser observado; QUANDO ser observado, ou COMO observar o dia no seu devido espírito?

avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3133
Idade : 46
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 130
Pontos de participação : 10304
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Vasuilvan em Qui 23 Abr 2015, 09:30

//////


  Marcelo diz;

   Meu querido Professor, se o sábado fosse parte de uma lei moral poderia uma lei cerimonial enfraquecer-la, como era o caso da circuncisão?




  Então marcelo, as coisas de Deus não são compreendidas segundo a nossa lógica. Será que quando Davi Matou Golias, defendendo o interesse divino, issou contou-lhe como quebra do mandamento de não matar???


   Veja; quando um filho sai de casa e abandona os seus pais, isso conta como quebra do mandamento de honrar pai e mãe.  mas quando o filho sai de casa para casar-se, que é uma orientação de Deus, ou para seguir a Cristo, que é um convite de divino, isso não é contado como quebra de mandamento...


  percebe porque a circuncisão não diminui o valor do sábado.  cada um no seu devido lugar funcionando harmoniosamente...
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3133
Idade : 46
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 130
Pontos de participação : 10304
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Vasuilvan em Qui 23 Abr 2015, 09:37

Marcelo Almoedo escreveu:Boa noite

Professor, por favor, me diz uma coisinha, o que abrangia o livro da lei? Nada menos do que 613 mandamentos, mas vocês, os adventistas resolveram criar apenas duas leis. Uma delas denominaram como Lei Moral, os dez mandamentos, e o restante como Lei de Moisés, cancelada na cruz. Fácil, não? Baseados em quê fizeram essa distinção de leis? Tem apoio bíblico? Onde aparecem na Bíblia expressões como Lei Moral e Lei Cerimonial? Por isso confessam: “Seria útil classificarmos as leis do Velho Testamento em várias categorias: 1. Lei moral; 2. Lei Cerimonial; 3. Lei Civil, 4. Estatutos e Juízos; 5. Leis de saúde. 

Pastor Almoedo

/////

  Sim Marcelo.  Você fala de algo que não conhece...

  Fazemos sim essa distinção de diversas leis.  Não sei quem fofocou pra você que dividimos as leis apenas em duas.

   A divisão de leis é nosso estudo bíblico de número 14, e fazemos questão de mostrar os diversos tipos de leis ali expostas...

   tratamos diretamente de leis civis, lei moral, lei de saúde e lei cerimonial...

Nakadomari
- Iniciante -
- Iniciante -

Status : Sede e fome de justiça
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 20
Idade : 32
Cidade/Estado : Londrina - PR
Religião : Cristão
Igreja : N/D
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 8
Pontos de participação : 43
Data de inscrição : 15/04/2015

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Nakadomari em Qui 23 Abr 2015, 10:00

Queridos irmãos em Cristo.

Se o decálogo é a lei moral, Paulo estava falando dela, pois citou até o 10º mandamento.

Romanos 7
6 Mas agora temos sido libertados da lei, tendo morrido para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra.
7 Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás.

Pouco antes no capítulo 4 aos Romanos disse:
5 Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça.

O começo de Romanos inteiro fala sobre o assunto, sem fazer distinção entre leis, mas deixando claro que está falando da lei moral, ou "não cobiçarás" não está no decálogo?

Deus abençoe
avatar
Gilcimar
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2156
Idade : 35
Cidade/Estado : Cariacica , ES
Religião : Cristianismo
Igreja : Adventista do Sétimo Dia?
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 111
Pontos de participação : 5660
Data de inscrição : 10/03/2014

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Gilcimar em Qui 23 Abr 2015, 10:14

Vasulvam...


Existe uma coisa que é muito obvia e muito lógica e muita qualquer outra coisa....

Ser libertos da Lei e  morto para aquilo que estávamos sujeitos não pode ser entendido como que morremos para a Lei de Deus  e não precisamos mais estar sujeitos a Lei de Deus...

Pois Aquilo que Paulo disse em Romanos 8:7 elimina essa possibilidade interpretativa....

Pois se entendermos  que ao sermos Libertos da Lei e mortos para aquilo que estávamos sujeitos  é deixarmos  de estar sujeito a Lei de Deus vamos ter o comportamento  produzido pelo pendor da carne que é o de inimizade com Deus segundo Romanos 8:7 onde a atitude ali fruto da inimizade  é    não estar sujeito a Lei ( de Deus)...

Logo ao lermos Romanos 7:6   não podemos deixar de estar  sujeito a Lei de Deus pois não foi a essa postura que Paulo nos orientou neste texto....

Paulo ensinaria em Romanos 7:6 um comportamento que em Romanos 8:7 ele diz ser reflexo da Inimizade contra Deus?

Logo não estar sujeito a Lei de Deus é coisa de pendor da carne e fruto da inimizade contra Deus ....

Segundo Romanos 8:7  na inimizade contra Deus  não podemos estar sujeito  a lei de Deus...


Conclusão: O estar sujeito  de romanos 7:6 é diferente de Romanos 8:7 pois para Romanos 7:6 morremos em Romanos 8:7 não morremos visto o não ser sujeito ali ser coisa do pendor da carne e reflexo da Inimizade contra Deus...


Abraços..!
avatar
Vasuilvan
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3133
Idade : 46
Cidade/Estado : BRASÍLIA
Religião : CRISTÄO
Igreja : ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 130
Pontos de participação : 10304
Data de inscrição : 17/11/2011

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Vasuilvan em Qui 23 Abr 2015, 10:23

//////


  Ainda.....


  anulamos pois, a lei?. não!, de forma nenhuma...

  Não julgueis que vim anular a Lei...

  As escrituras que creio não possuem contradição, mas oriento que haja a necessidade de um empenho maior para compreendê-la...
avatar
Gilcimar
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2156
Idade : 35
Cidade/Estado : Cariacica , ES
Religião : Cristianismo
Igreja : Adventista do Sétimo Dia?
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 111
Pontos de participação : 5660
Data de inscrição : 10/03/2014

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Gilcimar em Qui 23 Abr 2015, 10:42

Nakadomari...

Seria estranho o decálogo acabar em Romanos 7 e depois o mesmo Paulo citar vários deles para serem praticados onde cito um em Efésios 6:2-3...

Amigo você precisa contextualizar melhor os textos que você apresenta pois assim será melhor para você e para os debates...
Vou te mostrar um exemplo de falta de contextualização da tua parte...

Olha só o texto que você usou:

Nakadomari escreveu:Pouco antes no capítulo 4 aos Romanos disse:
5 Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça.

Eu não sei como você está interpretando a parte que eu marquei acima mas já posso eliminar uma possibilidade interpretativa...

Com toda certeza Paulo não quis dizer aos Romanos que a Lei até mesmo naquilo que defendemos como vigente não precisa ser mais praticada porque crer em Cristo é suficiente para justificar-nos...

É verdade que a Justificação é função da Fé e não da Lei mas quem tem fé vai estar sujeito a lei de Deus ( coisa já resolvida em Romanos 8:7)....

Se acreditamos que ter fé em Cristo nos tornaria apenas ouvintes da Lei ( pois não precisamos praticar) segundo talvez tua interpretação de Romanos 4:5 você estaria afirmando aquilo que nem Paulo afirmaria e nem afirmou...

Pois para Paulo os que são apenas ouvintes da lei não justos diante de Deus mas aqueles que praticam a Lei estão em melhor condição dos que ouvem apenas...

Veja Paulo confirmando isso:

Romanos "2.13 Porque os simples ouvidores da lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados."


Se você continuar citando textos para tudo que lado sem contextualiza-los você vai acabar interpretando e fazendo afirmações que nem os autores dos próprios textos fariam.....

Fico triste que em vez de considerar isso você insiste nesse erro e ainda tenta conjectura os textos que usamos quando mostramos que a tua interpretação do outro texto não é possível por causa daqueles que mostramos..

Outra coisa: Não use textos para negar afirmações que não fizemos pois isso vai tornar a coisa mais desorganizada ainda...

Deus te abençoe Nakadomari!

Nakadomari
- Iniciante -
- Iniciante -

Status : Sede e fome de justiça
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 20
Idade : 32
Cidade/Estado : Londrina - PR
Religião : Cristão
Igreja : N/D
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 8
Pontos de participação : 43
Data de inscrição : 15/04/2015

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Nakadomari em Qui 23 Abr 2015, 13:01

Vasuilvan escreveu://////


  Ainda.....


  anulamos pois, a lei?. não!, de forma nenhuma...

  Não julgueis que vim anular a Lei...

  As escrituras que creio não possuem contradição, mas oriento que haja a necessidade de um empenho maior para compreendê-la...

Concordo com isso que disse, mas quem falou em anular. Irei repetir pela 2a ou 3a vez:

Cristo não veio abolir a Lei, a lei é pura e santa, a lei esta em pleno vigor e é para o que não aceita Cristo, pois este etá sujeito a ela:

"Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores..."(I Timóteo 1:9)

Somente quem está em Cristo não está sujeito a ela, os injusto serão julgados através dela.








avatar
Marcelo Almoedo
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 6377
Idade : 63
Cidade/Estado : Recife-PE
Religião : Vou sozinho e não me siga.Você nã
Igreja : perder a fé na fé
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 61
Pontos de participação : 11673
Data de inscrição : 25/08/2010

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Marcelo Almoedo em Qui 23 Abr 2015, 13:10

Boa tarde

Professor
Veja alguns dos seus erros flagrantes de análise:
Porque sempre tenho a sensação de não está discutindo diretamente com você e sim com os mesmo textos espalhado por todo o fórum, sempre de segunda pessoa. 
Primeiro, quem disse que a INTENÇÃO de Jesus é desqualificar o sábado e apresentar a circuncisão como mais importante? (...). Veja algumas perguntas pertinentes:
(...)
A - Como a circuncisão seria mais importante do que o preceito do sábado se era só para meninos, não para as meninas?
A lei da circuncisão (Gênesis 17:12) não pertence a Moisés, mas de Deus. Nenhuma lei do Antigo Testamento (a Torá) partiu da cuca de Moisés, de acordo com o Grande Livro, tudo foi ordenado e planejado por Deus no seu ministério, por seu próprio intermédio. 
B - Como Jesus iria sugerir o MÍNIMO de desqualificação de qualquer MÍNIMO dentre os mandamentos, sendo o sábado um mandamento dos MÁXIMOS na lei, diante do que Ele diz em Mat. 5:17-19, especialmente o vs. 19?

Essas Leis foram criada por seu "Pai" ou ele Mesmo, isso depende em que lado você se encontra, portanto, Não existe esse MÁXIMO e nem tampouco MÍNIMO, porque todas as leis partiram direto e foram formulada por Deus. Entre todas as leis, que vocês resolveram dividir em apenas duas, lei moral e lei de Moisés, que não existe respaldo bíblico para apoiar tal ideia. Porf. gostaria que o Sr. indicasse onde aparece na bíblia a expressão como Lei Moral e Lei Cerimonial? Será que seria a guarda do sábado um preceito moral quando a sua guarda ficava subordinada à circuncisão? Como podia um preceito moral, segundo os vocês Adventista, ficar subordinado a um preceito cerimonial ou ritual? João 7:22-23- nesse caso o Sábado seria a lei moral ou cerimonial?

C - Quem lhe disse que os adventista criaram a divisão das leis? Puxa, isso mostra a sua DESINFORMAÇÃO TOTAL dos fatos, e IGNORA que séculos antes de os adventistas surgirem no cenário religioso isso já era ensinado na Confissão de Fé de Westminster e na Confissão de Fé Batista, em ambos os documentos (respectivamente de 1647 e 1689) no Capítulo 19, além de John Wesley e tantos outros.
Não interessa que foi ensinado na Confissão de fé, o que está em pauta é se esses ensinamento era bíblico caro professor? Professor vocês Sabatistas comumente afirmam que todos os Dez Mandamentos estão na categoria da lei moral, mas não há nenhuma prova bíblica para essa suposição. O termo "lei moral" vem de teólogos que tentam desesperadamente categorizar as leis do Antigo Testamento de acordo com o seu objetivo principal, ai professor fica fácil fácil.......
D - Terminologia como prova de doutrina é o que menos conta. O que interessa são FATOS, não palavras para defini-los. Onde na Bíblia se encontram termos “técnicos” tais como Trindade, teocracia, onisciência, onipresença, onipotência, milênio pré-mid-pós tribulacionismo?
Onde podemos encontrar em toda a bíblia, esse termos Técnicos que indique qual seria a diferença entre Mandamentos (Leis Moral ) e Ordenanças (Leis de Moisés) que corresponde a Estatutos, Preceitos Decretos, Portaria e Cerimonial  e qual a distinção entre elas.
Agora, veja como Paulo divide as leis em 1 Cor. 7:19 e como um respeitado teólogo evangélico comenta a passagem:
“A maioria dos estudiosos de Paulo insiste em que ele não distingue explicitamente entre os aspectos éticos e os cerimoniais da lei. Isto é certo, mas a distinção implícita é inevitável e deve ser levada muito em conta. Ainda que a circuncisão fosse um mandamento de Deus e parte da lei, Paulo faz uma separação entre a circuncisão e os Mandamentos de Deus quando diz: ‘A circuncisão nada é, e também a incircuncisão nada é, mas sim a observância dos mandamentos de Deus’ (I Cor. 7:19). Ao fazer isso, apartou o ético do cerimonal, o permanente do temporário”. (Teologia do Novo Testamento,
Dr. G. E. Ladd).
Professor por acaso Paulo pode revogar algum mandamento de Deus? No meu entender, todo esse legado deixa claro que a Velha Aliança e "Lei" incluindo os dez mandamentos. Como eles foram eliminados pela Nova Aliança, os dez mandamentos, portanto, foi removido. No entanto, nove dos dez mandamentos foram reafirmados,, no Novo Testamento. As leis 3ª,5ª,6ª,7ª,8ª e 9ª podem ser encontrados em 1Timóteo. A lei 1ª por si só, e as leis 2ª e 10ª em 1 Coríntios 5. Mas nunca o quarto mandamento sobre o sábado é repetido no Novo Testamento como obrigatória para guarda-lo. Porque?
Ah sim, e para esclarecimento da INTENÇÃO REAL de Cristo (JESUS)ao dizer o que disse em João 7:24, Ele não está desqualificando o sábado nem ensinando NADA que diminuísse sua importância (lembre-se, se Ele fizesse isso teria que ser, Ele próprio, considerado “o mínimo no reino dos céus” (Mat. 5:19). A intenção de (JESUS) Cristo, pelo contexto, é dizer que se realizar um ato religioso sagrado como a circuncisão no sábado não era errado POR QUE SERIA ERRADO (dentro da própria lógica deles) curar uma pessoa escrava de doença por anos? Simplesmente isso, amigo, nada mais. . . (...) ,
Professor, se você se intitula como um cristão, então é melhor levar a sério o que Jesus ensinou sobre a circuncisão e os circuncisadores. O que vemos de vocês em certos versículos que não lhe convém uma  enorme tendência em querer rebaixar a autoridade da lei alegando que a lei era de Moisés, Mas todos vocês se esquece dessas simples palavras “ASSIM DIZ O SENHOR", Acho cômico que, toda vez que uma lei era dada no Antigo Testamento (Torá). Ou seja, embora a circuncisão fosse um ritual de um ordenanças registrada em Gênesis 17:12 nunca foi algo menos significativo só por isso, porque foi o próprio Deus quem instituiu com a mesma autoridade que instituiu o decálogo. Não há motivos para pensar que a lei cerimonial foi menos importante. Portanto reveja 
Aliás, uma pergunta bem pertinente sobre isso é a seguinte:
* Qual era o TEOR dos constantes debates de Cristo com a liderança judaica sobre o tema do sábado: SE era ainda para ser observado; QUANDO ser observado, ou COMO observar o dia no seu devido espírito?
Professor, na minha concepção, vocês podem guardar o sábado por opção e não por obrigação, como um ato de ser salvo em guarda-lo. No entanto, existir uma exceção na lei não a torna cerimonial nem a invalida ou nulo. Nos Dez Mandamentos podemos encontrar dois mandamentos com exceção e nem por isso eles são cerimoniais. Um está em, Êxodo 20:10-11 que se refere à guarda do sábado. Segundo o que lemos nos textos bíblicos Deus nunca proibiu que atos de justiça fossem feitos no sábado.João 7:23-24. e a outra, embora seja uma cerimonia de um pacto de ritual dado por Deus a Abraão, Temos tanto a circuncisão, como o batismo, harmoniza um coração renovado e a justiçai sobre a  incumbências de Deus, sendo um ato benéfico e justo e por isso permitido ser realizado no sábado do mesmo modo que Jesus fazia, contudo, sem que ter que invalidá-lo ou rebaixá-lo ou até mesmo anular. Penso que seu Deus jamais ordenaria um mandamento que impeça de praticar o bem, uma caridade, um salvamento ou a justiça, pois segundo Salmos 119:172 todos os seus mandamentos são justos.

Pastor Almoedo

Conteúdo patrocinado

Re: O Sábado, Lei e Liberdade, segundo Pe Fábio de Melo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qua 24 Maio 2017, 14:41