F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Compartilhe

Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1266
Idade : 49
Cidade/Estado : Cianorte
Religião : não tem
Igreja : eu
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 2761
Data de inscrição : 03/01/2014

Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Rasabino em Dom 15 Jun 2014, 09:06

Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar. Portanto, meus amados, fugi da idolatria. 1 Coríntios 10:13-14


Definimos "tentação" pelo dicionário como sendo um desejo violento da alma humana a fazer algo que pode ser certo ou errado.

Em sua opinião Convidado, Jesus em algum momento de sua vida terrena (em carne) ele esteve tentado?


Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1679
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 37
Pontos de participação : 4036
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Jefté em Dom 15 Jun 2014, 10:36

Olá Rasabino

Paz, irmão!
Esta sua pergunta do tópico é muito interessante.
Creio que Jesus, ao nascer entre os homens, mesmo engendrado pelo Espírito Santo (não sendo, portanto, apenas mero homem, mas o Filho de Deus), teve seu corpo humano idêntico ao nosso, em nada diferente de nós!
E, Ele, que é o Filho Unigênito de Deus, e imortal e eterno, mesmo o sendo, mas num corpo de carne e sangue, era e foi em tudo tentado - devido a seu corpo numa carne de pecado, o qual é por natureza totalmente propenso e sujeito ao pecado. Então nisso, Jesus (que não é nem nunca foi um pecador) era instantaneamente submetido a todas as espécies de tentações a que o ser humano está, só que tem um porém: mesmo assim, nunca cometeu ou sequer conheceu o pecado.
Então, pelo impulso do corpo de pecado, assim o Senhor era em tudo e em todo o tempo tentado - por causa do próprio corpo, mas disso e nisso é que nos sobreveio - aos homens - a vitória (deste) sobre o pecado na carne, pois o Senhor, sendo homem, em tudo foi tentado, mas venceu na carne ao pecado na carne, nascendo, vivendo e morrendo - vencendo ao pecado; fato conquistado em vida, mas somente consumado em Sua morte - porquanto, a partir desta, já não mais havia possibilidade da vitória do pecado sobre ele, gerando a partir disso, a lei do Espírito de vida em Cristo Jesus - aquela única poderosa de nos dar a vitória sobre a lei do pecado e da morte. Amém!

Acontece que, Jesus, não era apenas homem ou humano para ser tentado somente numa tentação humana, conforme o mesmo verso de Coríntios nos dita:
"Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar." (I Cor. 10:13)

Ou seja, pelo poder do Senhor; por ser Quem ele era (e é), a saber, Todo-Poderoso, bastasse-lhe um sentimento, um impulso ou auto-desejo por destruição ou de vingança p/ com o mal ou qualquer que lhe opusesse na sua missão - que pelo poder de Deus, se-lhe faria, tal qual Elias e Eliseu o fizeram quando maldisseram ou desejaram a destruição das pessoas que se-lhes opunham, exemplo, os 450- profetas destruídos por Elias mediante o poder de Deus; e os 42 pequeninos que, apenas por terem sido amaldiçoados por Eliseu (tiveram seu fim) despedaçados (de imediato) por duas ursas.
Então, neste sentido - embora nós homens não sejamos capazes de sequer medir tais circuntâncias, mas o Senhor, o Único Salvador dos homens (de TODOS os homens) jamais poderia se alimentar, ou nutrir ou se permitir penetrar por qualquer sentimento ou pensamento interior, seduzindo-se (ou atraindo-se) e unindo-se ao mal, compactuando-se c/ ele e unindo-se - para passar a ser também como ele, a saber, destruidor, acusador e condenador para com qualquer ser humano que fosse, ou que lhe cruzasse o Seu caminho - mesmo quando totalmente aviltado e ameaçado, odiado e até mesmo ferido pelo mesmo ser humano, estando esse completamente tomado pelo Diabo - mas o Senhor jamais - por ser Quem era, a saber, o Redentor e Salvador de todos os homens - não importando quais fossem, não deveria nem poderia jamais tratá-lo, apartá-lo ou tomá-lo como mau - pelo seu mal - senão que, separá-lo do mau (ou mal) que era Satanás nos homens; mas ao ser humano, o Senhor deveria tê-lo com misericórdia e mansidão, e bondade e benignidade e retidão e bom testemunho, e perdão e salvação - se assim esse Lhe pudesse perceber, e sentir e ver e também crer.
E mesmo que isso não fosse percebido pelo homem; ou seja, ainda que tal ser humano fosse totalmente incrédulo - como o foi Judas Iscariotes, jamais que o Senhor o desejasse destruir e o dar a perder. Amém!
Nisso e muito mais, Jesus esteve em altas tentações, principalmente no âmbido divino - pois não era apenas homem, ou um homem, mas Deus e Salvador.
Já viu Deus desejando o mal a alguém????
- Acredito que não, não é?
Pois assim o é e foi Cristo Jesus, nosso Senhor e Salvador - e para mim, também MEU DEUS!
Amém!

E, é assim que conheço e conheci meu Deus!
A saber: na forma humana...
na vida humana...
na vida e num mundo dos homens...
pois nos era IMPOSSÍVEL o conhecer no SEU REINO, e na sua verdadeira Forma, a saber: em Seu Reino imortal, e sem mal (ou mal) e que o nocivo sequer exista.
Pois neste mundo, ou reino - de tão bom e bem - que é Dele, eu mesmo, que também sou mal, sequer posso cogitar - nem mesmo em pensamento - penetrar-lhe - porque lá, no Reino de Deus (aquele, cujo nem a traça e a ferrugem consomem, e ladrões não minam nem roubam), lá mal algum pode penetrar-lhe ou infringir-lhe.
Então, neste Benigno Reino dos Céus, não há possibilidades alguma de eu ir para conhecer meu Rei e Deus.
Sendo assim, ou seja, como eu jamais poderia lá ir (de maus que éramos e somos todos) ao reino de Deus ir para conhecer a meu Deus: coisa completamente inadmissível aos homens!
Como tudo é possível ao que crê; Ele se nos veio a nós; e se nos veio - ao mundo dos homens, na condição destes; a saber, como homem - para que pela Sua Luz e Doçura, Ele, por Si se nos desse vida e amor, e se-nos fosse Pão da Vida e água da vida, para nos alimentar das virtudes eternas e nos salvando e nos transformando pelo profundo e verdadeiro conhecimento de nosso Deus....Cristo Jesus! Amém!
Glória pois a Ele para sempre e eternamente; glória a meu Deus e Rei, Cristo Jesus, nosso Senhor; glórias a meu Deus Pai, AMÉM!


Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1266
Idade : 49
Cidade/Estado : Cianorte
Religião : não tem
Igreja : eu
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 2761
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Rasabino em Dom 15 Jun 2014, 13:25

Graça e Paz Jefté!

Poucos aqui neste fórum se assemelham aos meus discernimentos como você, e agradeço por compartilhar o assunto com extrema sensibilidade.

Vamos as questões:


Jefté escreveu:
Então, neste sentido - embora nós homens não sejamos capazes de sequer medir tais circuntâncias, mas o Senhor, o Único Salvador dos homens (de TODOS os homens) jamais poderia se alimentar, ou nutrir ou se permitir penetrar por qualquer sentimento ou pensamento interior, seduzindo-se (ou atraindo-se) e unindo-se ao mal,

Existe no conceito (padrão) das escrituras aquilo que difere do que o dicionário denomina como sendo uma "tentação".

Vamos estudar isto:

Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte. Não erreis, meus amados irmãos. Tiago 1:14-16


Agora vamos estudar o que o dicionário diz acerca da "concupiscência":

Desejo desenfreado, ambição, pecado estimulado através de três áreas do ser humano: Carne (corpo físico), olhos (alma), soberba da vida (espírito).

http://www.dicionarioinformal.com.br/concupisc%C3%AAncia/

Finalmente, vamos estudar o que João fala sobre a "concupiscência":

Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre. 1 João 2:15-17

Vejamos o que há (existe) no mundo:

1º) Concupiscência da carne;

2º) Concupiscência dos olhos;

3º) Soberba pela vida.

Se afirmarmos que Jesus foi tentado, então teremos que afirmar que ele foi governado por alguma concupiscência, porém não cometeu pecado, pois o processo do pecado, começa na concupiscência (subjetivo) e finaliza com a ação (prática).

Agora vem a questão: Teria Jesus amado o mundo??? Teria Jesus em algum momento desenvolvido alguma concupiscência?
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 21
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Gleison Elias em Dom 15 Jun 2014, 13:50

--

Rasabino,

Tiago quis dizer que nossos desejos carnais geram o pecado. Desejos tais, que, não são o próprio pecado.
Por exemplo, se um homem deseja uma mulher, e lhe aparece uma, e a cobiça, peca.

A carne quer uma mulher. A carne quer luxúria. Então na primeira oportunidade ela pode dominar o homem e ele cometer adultério, seja por prática ou mesmo pelos olhos.

O mesmo ocorreu com meu Cristo, que não é Deus, mas sua carne dizia que ele poderia se fazer Deus perante os homens.
Ele tinha todo o poder suficiente para isso, mas preferiu ser obediente, assumindo forma de servo, forma de homem, não de Deus, perante os homens.
A tentação dele foi como a nossa, mas maior que a nossa.

Esse é meu pensamento.

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1679
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 37
Pontos de participação : 4036
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Jefté em Dom 15 Jun 2014, 15:52

Olá irmão Rasabino

Agora vem a questão: Teria Jesus amado o mundo??? Teria Jesus em algum momento desenvolvido alguma concupiscência?
Creio que naturalmente, o corpo de Cristo, por ser exatamente como o nosso, era propenso e auto submisso (por ser carne de pecado e não sujeito a lei de Deus, nem em verdade podendo ser); então tinha sua autônoma propulsão p/ com o pecado; isso é algo auto suficiente, pois o corpo só pende para isso.
Não é somente a questão de se amar ao mundo; toda a carne (dos homens,)tendo vida, basta tê-la para amar e se entregar ao pecado e ao mundo.
Pois isso se tornou uma lei; neste mundo após o pecado; tanto é que diz que a carne não é sujeita a lei de Deus, nem em verdade o pode ser.
Então, a Cristo, seu vitória se deu porque vivenda na carne jamais a seguir ou foi por ela dominado, controlado ou iludido - vencendo-a pela vida durante todo o caminhar; mas, conquanto vivo - esta batalha além de infreável, também não estava vencida enquanto a morte não selasse esta vitória; mas mediante a Sua morte, então esta guerra foi vencida e terminada; porquanto na morte da carne, nada mais neste mundo teria sobre Ele domínio ou subjugo algum; sendo ela também a única forma de se pagar o pecado.
Então, o Senhor era em tentado em tudo e em todo tempo pela própria condição e essência do corpo humano; pois este, em vida, está submetido (depois do pecado) à lei do pecado e da morte.
Então, as tentações eram num âmbito autômato, compreende ?
o corpo humano segue neste mundo regido por uma lei própria sobre si.
então, era o corpo de Cristo, sua carne, que lhe traziam todas as tentações; elas são autômatas...
E foi neste mesmo corpo com tais impulsos e condições e lei - que também nos veio a libertação; pois se deu (no corpo de Cristo) a vitória do bem sobre o mal, e a da do homem sobre o pecado na carne; porquanto o Senhor foi vitorioso em sua vida na carne, porque crucificou o homem-Adão na cruz, a Deus, mas sem o pecado a quem estava submetido e Satanás; pois crucificou o ser humano a seu Deus - na cruz.

Ou seja: no corpo do Senhor - idêntico ao meu e ao seu - nos crucificou na cruz do calvário a Deus, Pai, mas sem pecado. Pelo seu próprio corpo que era idêntico é que Ele nos libertou; e também nos crucificou a Deus; nisto é que veio a vitória e ressurreição aos homens...
E Ele o fez em obra e verdade.
Nós porém, o podemos fazer pela fé!

Diz assim um verso:
"E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória." (I Tim. 3:16) - Edição Corrigida e Revisada Fiel

Ou:
"E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Aquele que se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória." (I Tim. 3:16) - Edição Revista e Corrigida

avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 21
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Gleison Elias em Dom 15 Jun 2014, 16:01

--

"Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado."
Hebreus 4:15

Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1266
Idade : 49
Cidade/Estado : Cianorte
Religião : não tem
Igreja : eu
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 2761
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Rasabino em Dom 15 Jun 2014, 20:26

Pessoal, eu agradeço o esforço de vocês para esclarecer este assunto (tentação) mas a situação é mais complexa:

Greek Lexicon de Thayer
Strongs NT 3985: πειράζω

πειράζω (a forma encontrada várias vezes no Homer e .. Apoll Rhod e prosa mais tarde, por πειράω (que vê na Veitch ) mais comum em outros escritos gregos); imperfeita ἐπείραζον ; 1 aoristo ἐπείρασα ; passiva presente, πειράζομαι ; 1 aoristo ἐπειρασθην ; particípio perfeito πεπειρασμενος ( Hebreus 4:15 ; ver πειράω , 1); 1 aoristo meio singular 2 pessoas ἐπειράσω ( Apocalipse 02:02 Rec. ); a setembro de נִסָּה ; tentar, ou seja:

1. para tentar se uma coisa pode ser feita; para tentar, esforço : com um infinitivo, Atos 09:26 L T Tr WH ;.

2. tentar, fazer julgamento de, teste : τινα , com a finalidade de averiguar a sua qualidade ou o que ele pensa, ou como ele irá se comportar;

a. uma no bom sentido: Mateus 22:35 (. outros se referem a este b); João 06:06 ; ( 2 Coríntios 13:05 ); Apocalipse 02:02 .

b. no mau sentido: testar uma forma maliciosa, astuciosamente para colocar à prova os seus sentimentos ou julgamento, Mateus 16:01 ; Mateus 19:03 ; Mateus 22:18, 35 ; Mark 8:11 ; Mark 10:02 ; Marcos 12:15 ; Lucas 11:16 ; Lucas 20:23 (onde G T WH Tr omitir texto; Tr leitura marginal entre parênteses as palavras τί με πειράζετε ); João 8:06 .

c.  tentar ou testar a fé, virtude, caráter, pela sedução do pecado; portanto, de acordo com o contexto equivalente a solicitar a pecar, para seduzir : Tiago 1:13 ; Gálatas 6:1 ; Apocalipse 2:10 ; das tentações do diabo, Mateus 4:1, 3 ; Mark 01:13 ; Lucas 04:02 ; 1 Coríntios 07:05 ; 1 Tessalonicenses 3:05 ; portanto, ¼ πειράζων , um substantivo, . Vulg tentator , etc, o tentador : Mateus 04:03 ; 1 Tessalonicenses 3:05 .

d. Após o uso OT α . de Deus, para infligir males em cima de um, a fim de provar o seu caráter e a firmeza de sua fé : 1 Coríntios 10:13 ; Hebreus 2:18 ; Hebreus 4:15 (ver πειράω );(Onde ver WH Apêndice 's); Apocalipse 3:10 ( Gênesis 22:01 ; Êxodo 20:20 ; Deuteronômio 08:02 ; Wisconsin Wisconsin 03:05 11:10 (); Judith 8:25 f). β . Homens são ditas πειράζειν τόν Θεόν - por exposições de desconfiança, como se quisessem tentar se ele não é justamente desconfiava; por conduta ímpia ou perversa para testar a justiça ea paciência de Deus, e para desafiá-lo, por assim dizer, para dar prova de suas perfeições: Atos 15:10 ; Hebreus 3:09 R G ( Êxodo 17:02, 7 ; Números 14: 22 ; Salmo 77:41 () ; (), Etc; cf. Grimm, Exgt. Hdb. em Sap., p. 49); ou seja, τόν Χριστόν ( L T Tr texto WH τόν κύριον ), 1 Coríntios 10:09 (mas L leitura marginal T WH leitura marginal ἐξεπείρασαν ); τό κυρίου , Atos 05:09 ; absolutamente πειράζειν ἐν δοιμασια (ver δοκιμασία ), Hebreus 3:09 L T Tr WH . (On πειράζω (em comparação com δοκιμάζω ), veja Trench , § LXXIV, cf.. Cremer , sob a palavra Compare:. ἐξπειράζω


Creio que Jesus foi "solicitado" a pecar pelo diabo, mas nunca se viu tentado por si mesmo (concupiscência) diante do seu tentador (diabo) como ocorreu com Eva:

E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Gênesis 3:6

Analisemos porque Jesus nunca foi tentado por si mesmo:

a) E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer (concupiscência da carne);

b) e agradável aos olhos (concupiscência dos olhos);

c) e árvore desejável para dar entendimento (soberba pela vida).

Não consigo entender que em algum momento isto tenha ocorrido com Jesus! Creio que o sentido das tentações de Jesus foram sempre neste sentido e entendimento, de um teste, uma averiguação!

1. tentar, fazer julgamento de, teste : τινα , com a finalidade de averiguar a sua qualidade ou o que ele pensa, ou como ele irá se comportar;

2. para infligir males em cima de um, a fim de provar o seu caráter e a firmeza de sua fé

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1679
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 37
Pontos de participação : 4036
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Jefté em Dom 15 Jun 2014, 23:37

Olá Rasabino

Vi o seu post, mas discordo.
O caso é que a criação homem foi vencida no Éden, por Satanás, estando portanto após tal derrota completamente entregue ao mal, conforme diz:
"Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado." Romanos 7.14

Então, diante de tal condição e lei - advinda ainda não do pecado apenas, nem do Diabo tampouco, mas de uma determinação do próprio Criador, ao ser criado, o homem - por isso mesmo, é que Cristo, para quebrar tal condição, e maldição, e entrega e submissão e direito adquirido por Satanás (aquele que detinha o império da morte), necessitava nascer e viver num mesmo corpo doravante dominados por todas essas condições: o nosso corpo.
E, até hoje, ele, o nosso corpo, continua com suas mesmas forças, e propensões, pois esse já foi vencido, e não pode mais tornar-se vencedor, aliás, está decretado: a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus.
Assim sendo; o corpo humano, basta estar vivo para se ser atraído fortemente por tudo o que é mal, e do mundo, e da concupiscência - pois é uma lei natural da carne de pecado.
E foi c/ essa mesma carne que o Senhor entre nós habitou e viveu, submetendo-se a tudo o que nos submeteu - para vencê-los em nós e para nós!
Aleluia!

E, não importava nem importou se assim o era, e se assim o foi, como na verdade o foi; mas o Senhor jamais cometeu, e sequer conheceu qualquer pecado.
Pois é invencível; é Todo-Poderoso. É Rei dos reis, e Senhor dos senhores; significando este último que, nenhuma faculdade ou potestade ou principado pode se Lhe assenhorear; porquanto não são elas, eles, os potestades e principados quer invisíveis ou visíveis que sejam Senhor dos senhores, mas Cristo é quem o é; assim sendo, nada nem ninguém o pode vencer e/ou dominá-lo, porquanto é Ele o Dominador, e não as coisas ou criações....

Mas, o Senhor precisava, necessitava viver como um de nós, em carne, assim como somos, para nesta condição vencer a Satanás em vida (não pecando nem se lhe sendo sujeito), e também vencer o pecado, também em vida, sendo somente consumado tal vitória na Sua morte - pois quem está morto na carne, também não mais peca ou sofre qualquer tentação.
Por isso mesmo, é que o Senhor, após sua ressurreição, na própria carne, já nenhuma lei deste mundo, nem da carne o mais submetia; porquanto Ele (e ela, sua carne) foram totais vencedores, e nada mais o acometia nem dominava, nem mesmo na sua carne. Amém!

Então, assim como nós muitas vezes somos submetidos e tentados, não nos seduzindo pelas tentações; assim o Senhor, jamais se seduziu-se por quaisquer que tenham existido; mas as Dele - por não ser apenas humano - tampouco foram somente humanas, como diz o verso de Coríntios 10:13.

Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1266
Idade : 49
Cidade/Estado : Cianorte
Religião : não tem
Igreja : eu
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 2761
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Rasabino em Seg 16 Jun 2014, 08:22

Jefté escreveu:Olá Rasabino

Vi o seu post, mas discordo.
O caso é que a criação homem foi vencida no Éden, por Satanás, estando portanto após tal derrota completamente entregue ao mal, conforme diz:
"Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado."  Romanos 7.14

Concordo que os descendentes de Adão estejam nesta condição, mas Jesus não foi gerado e nem herdou o mal de Adão. Exitem dois tipos de homem:

"Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante. Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual. O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu."

E Jesus confirma isto:

E dizia-lhes: Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo. João 8:23

Jefté escreveu:Então, diante de tal condição e lei - advinda ainda não do pecado apenas, nem do Diabo tampouco, mas de uma determinação do próprio Criador, ao ser criado, o homem - por isso mesmo, é que Cristo, para quebrar tal condição, e maldição, e entrega e submissão e direito adquirido por Satanás (aquele que detinha o império da morte), necessitava nascer e viver num mesmo corpo doravante dominados por todas essas condições: o nosso corpo.

Um corpo igual ao nosso???? Então Jesus foi gerado do Espirito com a maldição da morte em seu DNA? Não entendo que seja assim, pois isto seria considerado um defeito ou mancha no corpo de Jesus. Se no corpo de Jesus já se encontrava a morte, qual a diferença dele morrer na Cruz ou de falência dos órgãos (morte natural)?

Jefté escreveu:E, até hoje, ele, o nosso corpo, continua com suas mesmas forças, e propensões, pois esse já foi vencido, e não pode mais tornar-se vencedor, aliás, está decretado: a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus. Assim sendo; o corpo humano, basta estar vivo para se ser atraído fortemente por tudo o que é mal, e do mundo, e da concupiscência - pois é uma lei natural da carne de pecado.

Concordo!

Jefté escreveu:E foi c/ essa mesma carne que o Senhor entre nós habitou e viveu, submetendo-se a tudo o que nos submeteu - para vencê-los em nós e para nós! Aleluia!

Discordo! Não faz sentido um corpo carregado de morte (condenado) servir de oferta. O corpo de Jesus foi testado pelos discípulos depois da ressurreição, e portanto, o corpo de Jesus assuntou ao céu do mesmo modo que foi gerado no ventre de Maria:

Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei...Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente. João 20:24-25; 27

Se a carne de Jesus não assuntou ao céu onde está o corpo dEle? Não faria sentido Ele mostrar aos discípulos no monte Hermon a transfiguração ou seja, a glorificação do Seu corpo:

Ao qual Deus ressuscitou, soltas as ânsias da morte, pois não era possível que fosse retido por ela; porque dele disse Davi: Sempre via diante de mim o Senhor, Porque está à minha direita, para que eu não seja comovido; por isso se alegrou o meu coração, e a minha língua exultou; E ainda a minha carne há de repousar em esperança; pois não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja a corrupção. Atos 2:24-27

Jefté escreveu:Mas, o Senhor precisava, necessitava viver como um de nós, em carne, assim como somos, para nesta condição vencer a Satanás em vida (não pecando nem se lhe sendo sujeito), e também vencer o pecado, também em vida, sendo somente consumado tal vitória na Sua morte - pois quem está morto na carne, também não mais peca ou sofre qualquer tentação.

Segundo o teu entendimento, como Jesus poderia vencer a morte se já nasceu com ela? A morte é uma legalidade, uma maldição, um castigo que está presente no corpo de todo descendente de Adão, mas não no corpo de Jesus, pois não nasceu da vontade da carne, mas de Deus!

Jefté escreveu:Por isso mesmo, é que o Senhor, após sua ressurreição, na própria carne, já nenhuma lei deste mundo, nem da carne o mais submetia; porquanto Ele (e ela, sua carne) foram totais vencedores, e nada mais o acometia nem dominava, nem mesmo na sua carne. Amém!

Agora complicou. Está escrito que foram os nossos pecados, a nossa maldição, a nossa morte, que Jesus realizou na Cruz:

Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. Romanos 6:6

O corpo do pecado que foi desfeito foi o nosso, pois Jesus não tinha um corpo do pecado para crucificar (ser morto) como pagamento pelo pecado!! Ele se fez maldição por nós, pois Ele mesmo nunca carregou maldição em Seu corpo até a Cruz.

Jefté escreveu:Então, assim como nós muitas vezes somos submetidos e tentados, não nos seduzindo pelas tentações; assim o Senhor, jamais se seduziu-se por quaisquer que tenham existido; mas as Dele - por não ser apenas humano - tampouco foram somente humanas, como diz o verso de Coríntios 10:13.

As "tentações" de Jesus não são as nossas tentações, pois Jesus não pode ser tentado pelo mal! O corpo de Jesus (corpo, alma e espirito) nunca produziu concupiscência:

Mas aquele a quem Deus ressuscitou nenhuma corrupção viu. Atos 13:37

Corrupção é o ato ou efeito de se corromper, oferecer algo para obter vantagem em negociata onde se favorece uma pessoa e se prejudica outra. É tirar vantagem do poder atribuído.

Jesus tinha em seu corpo o poder da vida, de não morrer, pois foi gerado sem maldição. Na Cruz, esvaziou-se do Seu poder carregando sobre si a nossa maldição, e se fez maldito por nós.

Este homem, que tinha o poder da vida, não tirou vantagem do poder que tinha:

Corrupção é o ato ou efeito de se corromper, oferecer algo para obter vantagem em negociata onde se favorece uma pessoa e se prejudica outra. É tirar vantagem do poder atribuído.

Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai. Filipenses 2:6-11

Foi na Cruz que Jesus se esvaziou, e não quando foi gerado no ventre de Maria.
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 21
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Gleison Elias em Seg 16 Jun 2014, 12:15

--

trindade + pecado original + anjos caídos + morte vicaria
dogmas que mais geram confusões e contradições... Sad

Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1266
Idade : 49
Cidade/Estado : Cianorte
Religião : não tem
Igreja : eu
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 2761
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Rasabino em Seg 16 Jun 2014, 13:19

Creio que não são dogmas, mas cada um tem o seu entendimento acerca de cada conceito.

Dogma é algo enfiado goela abaixo por uma determinada religião. Os conceitos que discutimos não são dogmas, mas o entendimento de cada um isoladamente acerca de vários assuntos distintos
avatar
Phaby
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 725
Idade : 29
Cidade/Estado : Rio de Janeiro - RJ
Religião : Evangelica
Igreja : IADVPC
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 31
Pontos de participação : 727
Data de inscrição : 31/07/2012

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Phaby em Seg 16 Jun 2014, 15:06

"Jesus em algum momento de sua vida terrena (em carne) ele esteve tentado?"

Sim!!

O texto sobre a tentação de Jesus, em Mateus 4, não seria um exemplo?

Ora, é um texto simples e bem manjado, mas mostra que como nós, Jesus estava sujeito a sofrer tentações só que não cedeu e soube se desvencilhar delas. Poder, riquezas e um alto Ego são as três principais tentações que Jesus sofreu.




Rasabino
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1266
Idade : 49
Cidade/Estado : Cianorte
Religião : não tem
Igreja : eu
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 14
Pontos de participação : 2761
Data de inscrição : 03/01/2014

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Rasabino em Seg 16 Jun 2014, 15:26

Graça e Paz Phaby!

Não é acerca das propostas que foram feitas a Jesus que estou tratando. As tentações que o diabo fez a Jesus são inquestionáveis.

A questão é: Em algum momento, durante as tentações, Jesus ficou tentado?

Analise:

Bem-aventurado o homem que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam. Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte. Tiago 1:12-15


Resumindo: As tentações que Jesus sofreu gerou nEle algum tipo de concupiscência?

Veja que o texto diz: Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.

Se Jesus esteve algum momento tentado significa, que em seu coração houve uma concupiscência e consequentemente em seu coração houve pecado, porém não consumou nenhum pecado. É isto que está me dizendo???
avatar
Phaby
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 725
Idade : 29
Cidade/Estado : Rio de Janeiro - RJ
Religião : Evangelica
Igreja : IADVPC
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 31
Pontos de participação : 727
Data de inscrição : 31/07/2012

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Phaby em Seg 16 Jun 2014, 16:26

Oi Rasabino,

"Em algum momento, durante as tentações, Jesus ficou tentado?"

Então, Rasabino complementando: Sim! Ele se sentiu tentado! Ficou melhor agora?
Costumamos sofrer tentações nas áreas em que temos maior fragilidade, certo? Que  mexem com a nossa "carne", o mesmo ocorreu com Jesus, se não, não faria sentido! Ele não seria um grande exemplo!

"Resumindo: As tentações que Jesus sofreu gerou nEle algum tipo de concupiscência?"

Bem-aventurado o homem que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam. Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte. Tiago 1:12-15


"Se Jesus esteve algum momento tentado significa, que em seu coração houve uma concupiscência e consequentemente em seu coração houve pecado, porém não consumou nenhum pecado. É isto que está me dizendo???"


Cada um é "tentado pela sua própria concupiscência" -  Até ai ainda não há pecado -, "Depois,... concupiscência concebido dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte." -Ai é que entraria o pecado.

Se Jesus era homem tinha inclinação a pecar, ou seja, aos desejos da "carne" como outro qualquer, só não cedeu, só não pecou, ele venceu tudo isso!
Não estou dizendo que Jesus tenha sofrido todas as tentações que nós sofremos.



avatar
Phaby
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Sexo : Feminino
Número de Mensagens : 725
Idade : 29
Cidade/Estado : Rio de Janeiro - RJ
Religião : Evangelica
Igreja : IADVPC
País : BRASIL
Mensagens Curtidas : 31
Pontos de participação : 727
Data de inscrição : 31/07/2012

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Phaby em Seg 16 Jun 2014, 16:34

Olhem esse texto sobre as tentações de Jesus:

......
Qual é que é a essência da tentação?

A essência da tentação, é levar-nos a pecar, para nos afastar de Deus. E Cristo foi tentado assim, a essência Dele foi à mesma. Nós lemos, por exemplo, em Mateus 4, quando o diabo o tentou no deserto, que a intenção do diabo era fazer com que Jesus pecasse para afastá-lo de Deus, ou seja, a essência da tentação de Cristo foi a mesma da nossa.
Tem um texto que nos mostra, que apesar de Cristo, essencialmente ter sido tentado como nós, a tentação de Cristo ainda foi muito mais intensa do que as tentações que enfrentamos.

E qual tentação foi essa?

Vamos ler um texto muito importante, que está em Mateus 26. Quando Cristo foi preso, no jardim do Getsêmane, pelos soldados romanos, para ser levado, condenado e depois crucificado. Um dos discípulos que estava com Cristo, arrancou a espada para se defender, e arrancou a orelha de um soldado, e o que Cristo disse que nos revela algo de suas tentações?

Jesus disse - (Mateus 26 a partir do verso 52 a 53) - Então Jesus lhe disse: Mete a tua espada no seu lugar; porque todos os que lançarem mão da espada, à espada morrerão.
Ou pensas tu que eu não poderia rogar a meu Pai, e que ele não me mandaria agora mesmo mais de doze legiões de anjos?

O que Cristo revelou aqui?

Que Ele tinha todo o poder para ter se livrado das mãos dos soldados Romanos, ele falou o seguinte: “Se eu pedir para o meu Pai, imediatamente Ele envia mais de 12 legiões de anjos para me ajudar, ou seja, na época de Roma, uma legião de soldados, era formada por 4.200 a 6.000 indivíduos, então Cristo disse, que doze vezes mais este número, poderia ser enviado de imediato de anjos pelo Pai para ajudá-lo.

Então, qual é que foi a tentação principal de Cristo, queridos seguidores e visitantes?

Não usar o poder que ele tinha a disposição. Isso foi terrível para Cristo, e o diabo sabia disso, lá em Mateus 4, você percebe que o diabo tenta-o dizendo o seguinte: “Se tu és Deus, transforma estas pedras em pães.” E Cristo podia fazer isso, só que Cristo não podia usar seu poder divino em prol de si mesmo, Ele tinha que usar apenas o poder do Pai, para mostrar que Adão, poderia ter vencido, poderia não ter pecado lá no Jardim do Éden. Então, apesar de essencialmente Cristo ter enfrentado as mesmas tentações que nós, mas não minuciosamente, podem ter certeza, que a intensidade das tentações de Cristo foram piores do que as nossas.
Porque imagine você, só como um exemplo, você ter um bilhão de dólares no banco, e não poder usar um centavo para poder curar uma doença que seu filho tenha. É uma coisa terrível, você ter e não poder usar, foi isso que aconteceu com Cristo.
E apesar de Cristo não ter pecado, ele familiarizou-se com o ser humano. Se ele tivesse cometido pecado, ele seria um pecador, e ao invés de ser o nosso Salvador, Ele mesmo precisaria de um Salvador. A paz!


Retirado: https://www.facebook.com/sobaluzdasescriturassagradas/posts/355463084553545

Conteúdo patrocinado

Re: Jesus foi tentado em algum momento de sua existência em carne?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sab 29 Jul 2017, 08:48