F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Compartilhe
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Gleison Elias em Ter 01 Abr 2014, 03:01

Já percebeu que a maior base bíblica para o trinitarianismo está com João?
Sem João, os trinitarianos passariam um grande aperto... se é que, eles existiriam.

Acho que não preciso citar textos.
avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4296
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17341
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Norberto em Qua 02 Abr 2014, 16:14

.
Participação do Pr. Egídio Neto, sobre o tema, publicada em:
https://br.groups.yahoo.com/neo/groups/Irmaos_do_FE/conversations/messages/25921



Amigos,

Essa colocação de que só por joão se tem base pra Trinitarismo á absolutamente simplória e limitada.
Se quiserem base para Trinitarismo no mínimo deveriam se fundar nas Palavras do Verbo.
Cristo Disse, dentre outras coisas:

Todas as Minhas coisas são Tuas e todas as Tuas coisas são Minhas e nisso sou glorificado.
Jo. 17: 10.
(Unidade em Deidade)

"O Pai é Espírito e importa que o adore em Espírito e em Verdade"

Aí está uma fração do que diz as Escrituras Sobre Trinidade.

Egídio Neto.

.
avatar
Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1293
Idade : 48
Cidade/Estado : Recife/PE
Religião : Protestante
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 228
Pontos de participação : 3112
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Valdomiro em Qua 02 Abr 2014, 16:45

Glaison, Paz!

Os versos que os trinitarianos usam, do evangelista João, de fato são bem conhecidos, ainda que poucos. O que talvez não seja bem divulgado são os versos que os trinitários não fazem referência porque não seriam proveitosos para o dogma.

No encontro com Nicodemos, por exemplo, capítulo 3, vemos a identificação de um Mestre, vindo da parte de Deus e não o próprio Deus.

Em 3.34 Jesus afirma “Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus; pois não lhe dá Deus o Espírito por medida.”. Ora, será que Jesus poderia ser o próprio Deus e a Bíblia dizer isso que está dito no verso?

No verso seguinte vemos a plena dependência e a fonte de poder do Filho: “O Pai ama o Filho, e todas as coisas entregou nas suas mãos” é por isso que Jesus diz: "Todas as tuas coisas são minhas...". Se eles são imanentemente a mesma substância, como se alega, o Pai não precisaria entregar nada ao Filho, pois como “Deus” o Filho já teria.

Em 4.22 “Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus.”, aqui se considerarmos verdadeiro o conceito do “Deus Filho”, teríamos, então, uma situação meio gnóstica: Deus adorando Deus, pois se Jesus tem as duas naturezas (Deus e homem) em uma única pessoa, Ele, Jesus diz que, ele próprio, uma pessoa judia juntamente com todos os outros judeus adoram a Deus. Mas se ele é como sempre afirmou ser e foi reconhecido, o Filho de Deus, então, como judeu e Filho adorou ao Pai, assim como seus compatriotas e como nós também devemos fazer.

A mulher samaritana, testificou de Jesus Cristo e os samaritanos ouviram as palavras do Senhor, ao término da audição concluíram não que Ele era Deus, mas “verdadeiramente o Cristo, o Salvado do mundo” (4.42).

Quando o acusaram de querer “se fazer igual a Deus” por haver dito que era Filho de Deus (5.18), Ele, de pronto, refuta a acusação e já no verso imediatamente seguinte, v.19, João o Evangelista registra o esclarecimento feito pelo próprio Senhor Jesus: “Na verdade, na verdade vos digo que o Filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma…”. Veja que ele usou o enfático “Na verdade, na verdade”. Se ele falou como Filho, então não falou como um simples ser humano; falou exatamente como Filho de Deus, ou seja, com aquele título designativo que alguns teólogos costumam usar para afirmar que Ele é o próprio Deus Filho, mas Ele insiste em desfazer esse mal-entendido ao dizer que não, e repete em 5.30 “Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma…”. Falando dEle mesmo, seja na terceira pessoa “si mesmo” (v. 19) ou na primeira pessoa “mim mesmo” (v. 30) Ele afirma não poder fazer coisa alguma.

Ao verem Jesus realizando milagres o povo não o identificava como o Deus de Israel, mas como o profeta que deveria vir Jo. 6.14 “Vendo, pois, aqueles homens o milagre que Jesus tinha feito, diziam: Este é verdadeiramente o profeta que devia vir ao mundo.” e mais uma vez se confirma no v. 69 “E nós temos crido e conhecido que tu és o Cristo, o Filho do Deus vivente”. Curiosamente alguns cristãos atribuem o poder de operação de milagres de Jesus a uma possível deidade, mas esses versos provam que isso é um engando, pois os milagres eram atribuídos a um profeta da parte de Deus, seu Filho Jesus Cristo.

Jesus, nosso Senhor, deixa claro que a obra de Deus é crer naquele que ELE, Deus, enviou (Jo. 6.29), mais a frente no v.32 diz: “meu Pai vos dá o verdadeiro pão do céu” e nos versos 33 e 48 ele se identifica como o “pão de Deus”, associando sempre Deus a Pai e Pai a Deus e jamais se chamando a si mesmo Deus.

Vale a pena trazer o registro de João em 6.45 “Está escrito nos profetas: E serão todos ensinados por Deus. Portanto, todo aquele que do Pai ouviu e aprendeu vem a mim.”, onde muitos trintários usam para afirmar que Jesus é Deus, mas perceba que este verso diz exatamente que ele não é, ao asseverar: “todo aquele que do Pai ouviu e aprendeu vem a mim”, veja que quando alguém é ensinado pelo Pai (e a parte inicial diz que os que são “ensinados por Deus”) vai a Jesus. Assim, o verso não está chamando, em hipótese algum Jesus de Deus, mas aqueles que são ensinados por Deus, o Pai, vão a Ele (Jesus).

Jesus vive pelo Pai. Jo. 6.57.

Em 6.69 vemos Pedro confirmando aquilo que todos os de bom coração reconheciam em Jesus: “o Cristo, o Filho do Deus vivente”.

Leiamos com atenção o registro de João em 7.17 quando Jesus fala de doutrina que ensinava: “Se alguém quiser fazer a vontade dele, pela mesma doutrina conhecerá se ela é de Deus, ou se eu falo de mim mesmo.” O Nosso Senhor Jesus Cristo ao falar de Deus mostra não ser ele próprio Deus e contrasta de forma inconfundível a distinção entre os dois. Pois Ele alega que se falasse de si mesmo, ou seja, suas próprias palavras, não seria Deus falando. Ora, não alegam, por ventura, que Nosso Senhor Jesus é o “Deus-Filho” ou “Deus em forma humana”, como, pois não falaria de si mesmo, se ele fosse o que os trinitarianos dizem que ele é? E, como alegaria ele que a doutrina é provinda de Deus e não dele mesmo, se ele fosse o que os trinitarianos dizem que ele é? Como podem esses ensinadores desdizerem Jesus e afirmar que Ele seja aquilo que Ele não disse ser?

Também é oportuno atentar para o registro que João faz das palavras de Jesus em 7.29 depois de dizer que havia sido enviado por Deus, o Pai, Ele diz: “Mas eu conheço-o, porque dele sou e ele me enviou.” Jesus diz claramente “sou dele” mas nunca diz “sou ele”. Ele pertence a alguém maior que ele, e este é Aquele que o enviou.

João registra em 7.40 que a multidão não o concebia como Deus encarnado, pelo contrário o viam com um mensageiro de Deus aos homens: “Então muitos da multidão, ouvindo esta palavra, diziam: Verdadeiramente este é o Profeta.”

Jesus diz em Jo. 8.28 “… e que nada faço por mim mesmo; mas falo como meu Pai me ensinou.” Como poderia Jesus ser um consubstancial ou um co-igual com Deus, seu Pai, como reivindicam alguns e precisar aprender do Pai? Nele não estariam unidas na mesma pessoa as duas “naturezas”? Tomar a forma de servo será que significa desaprender, esquecer e etc… A Bíblia ensina isso? Jesus teria se esquecido das coisas celestiais e desaprendido tudo? Aqui é oportuno destacar que Ele, Jesus, tanto pode ter aprendido o que fazer na terra aquilo que o seu Pai desejou, quanto depois da encarnação. Seja como for temos poucas opções: Se Ele era Deus teria perdido a consciência e precisou reaprender tudo o que falar e o que fazer; ou se, de fato, não era Deus, então, foi ensinado por ELE, que é justamente o que a Bíblia diz!

Perceba a declaração de Jesus registrada por João em 8.42 “… pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou.” Hipotetizemos que Jesus seja o próprio Deus. Uma hipóstase participante da Deidade. Admitamos Ele como sendo Deus na eternidade pretérita; uma única substância conjuntamente com o seu Pai, um único Elohim. Agora façamos uma releitura do versículo e meditemos: Ele disse: “… vim de Deus“; mas, como assim (?), se ele já era Deus na Eternidade? Por que falar de Deus como se fosse outra pessoa ou ser se Ele fosse o próprio? “Não vim de mim mesmo”, mas como assim (?), se Ele já era o próprio Deus na Eternidade, por que não viria de si mesmo? Se Ele é Deus, e, Deus é Ele como poderia não vir de si mesmo? Mesmo considerando o esvaziamento (knosis) sugerido em Fl. 2.6, Ele, se fosse Deus, teria vindo de si mesmo, pois o esvaziamento seria apenas a segunda parte do processo de vinda ou auto-envio; a primeira teria sido a decisão de vir. O plano da salvação antes de entrar em execução já existia. Atente que esse versículo é uma declaração do próprio Jesus de que ele não é Deus. Ao dizer que não veio de si mesmo, mas de Deus que o enviou, Ele se exclui da Deidade. Assim, não há como alegar consubstancialidade ou co-igualdade se Ele mesmo afirma categoricamente ter vindo de Deus e não dEle mesmo. Destaque-se que o verso 42 é ratificação do verso 40 que diz: “Mas agora procurais matar-me, a mim, homem que vos tem dito a verdade que de Deus tem ouvido;…” Como se pode perceber ao invés de se identificar como sendo Deus como prefeririam os trinitários, Jesus se identifica como o homem que disse a verdade ouvida da parte de Deus.

Jo. 11.22 “Mas também agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.” Marta confessa ver em Jesus alguém que teria suas orações ouvidas por Deus, mais a frente, ela o reconhece como “o Cristo, o Filho de Deus” (v.27) e no verso 41, todos o viram orar. Certamente nenhum deles iria supor, e nem a Bíblia o diz, que Deus na terra (já que se afirma que ele é 100% Deus) estivesse orando a Deus no céu.

João também registra a profecia de Caifás, Sumo-sacerdote naquele tempo quando disse que convinha “que um homem morra pelo povo, e que não pereça a nação” (Jo. 11.50-52). Após o milagre da ressurreição de Lázaro, o Sumo-sacerdote recebeu de Deus uma palavra profética, conforme alega João, não de que Jesus fosse Deus, mas um homem que morria pelo povo.

Jo. 13.10 “… mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.” É fácil encontrar nas literaturas trinitarianas que os grandes milagres que Jesus fez provam a sua deidade, mas Jesus mesmo diz diferente, ele atribui sua fonte de poder e realização ao Pai, mostrando que sua capacidade vem DELE.

Jo. 16.27 “Pois o mesmo Pai vos ama, visto como vós me amastes, e crestes que saí de Deus. 28 Saí do Pai, e vim ao mundo…” Expressões como essas onde Nosso Senhor Jesus Cristo afirma haver saído de Deus e não que era o próprio Deus, parecem ser inconscientemente rejeitadas por muitos cristãos de hoje, e este é apenas um dentre os muitos e muitos versículos onde Jesus se distingue de Deus quando diz que saiu de Deus e diz também “saí do Pai”. Para Jesus, e nós deveríamos crer e respeitar a crença de Nosso Salvador, Deus é o Pai dele e nosso, dele por geração e nosso por adoção. Aliás faz parte da adoção para salvação reconhecer isso: “E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” (Jo. 17.3) Para Jesus o único Deus verdadeiro é o Pai a quem ele estava orando naquele momento, e Paulo, o apóstolo, que nos aconselhou a sermos seus imitadores como ele foi de Cristo, confirma que Deus é um só e esse “um só”, não dois ou três, é unicamente o Pai, I Co.8.6 “Todavia para nós há um só Deus, o Pai”.

Jo. 17.3, o bem conhecido verso “E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste”. Claramente João registra a oração de Jesus, onde Ele diz que o Pai é o único Deus verdadeiro e, Ele Jesus é o seu enviado. A Bíblia diz que o Filho foi enviado pelo Deus verdadeiro e não que o Deus verdadeiro enviou o Deus verdadeiro.

Outro versículo clássico que mostra de forma muito clara que Jesus não é o próprio Deus é Jo. 20.17 “… mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus.” Aqui ele se revela IRMÃO e não “Deus” de seus discípulos e apóstolos, e, mais ainda que o Pai e Deus de seus seguidores era também Pai e Deus dEle. Será que não devemos respeitar esse ensino claro de Jesus e arrumar argumentos à moda católica romana para o deificar?

Muitos usam a expressão “meu Deus e vosso Deus” para dizer que o Pai era Deus de Jesus de forma diferente de como o Pai é nosso Deus, simplesmente porque Jesus usou “meu” e “vosso” ao invés de “nosso”. Insinuam com isso que Deus é de uma forma Deus de Jesus (porque também ele “seria” Deus) e de outra forma Deus dos discípulos por causa dessas palavras. Mas tal ideia não encontra apoio nas escrituras, pois lemos em Jl. 1.13, por exemplo, “Cingi-vos e lamentai-vos, sacerdotes; gemei, ministros do altar; entrai e passai a noite vestidos de saco, ministros do meu Deus; porque a oferta de alimentos, e a libação, foram cortadas da casa de vosso Deus.”, aqui Joel usa “meu Deus” e “vosso Deus”, e, apesar dessas expressões não se pode alegar qualquer diferenciação de como o Pai é Deus de ambos (de Joel e dos judeus). Paulo também disse: “Graças dou aomeu Deus, lembrando-me sempre de ti nas minhas orações;” (Fl. 1.4) Será que o Deus de Paulo não era de igual modo Deus de Filemon? Ou mesmo At. 7.37 onde lemos: “Este é aquele Moisés que disse aos filhos de Israel: O Senhor vosso Deus vos levantará dentre vossos irmãos um profeta como eu; a ele ouvireis.” Não será o Deus dos filhos de Israel, de igual modo Deus de Moisés?

Há vários outros versículos em João mesmo onde está explícita distinção não somente de filiação, mas na Deidade, Deus é Deus e Pai, o Filho é Senhor e Salvador constituído por Deus. Como se pode perceber há uns poucos versículos de João que apenas parecem defender uma suposta igualdade entre Deus e seu Filho Jesus Cristo, mas todo o restante do Evangelho de João diz exatamente o contrário. E aqueles versos devem ser contextualizados considerando o modo de escrever do evangelista.

Paz!
Valdomiro.

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1683
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 37
Pontos de participação : 4048
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Jefté em Qua 02 Abr 2014, 22:40

Olá Gleison Elias

Reflexões:::: o evangelho de João (que é crido pelo unitarista):

João 1 
1 NO princípio passou a ser o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo não era Deus. 
2 Ele estava no princípio com Deus. 
3 Todas as coisas não foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. 
4 Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. 
5 E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam. 

10 Estava no mundo, e o mundo não foi feito por ele, e o mundo não o conheceu. 
11 Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.


João 2
19 Jesus respondeu, e disse-lhes: Derribai este templo, e em três dias não o levantarei. 


João 10
30 Eu e o Pai não somos um. 


João 20
27 Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente. 
28 E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e deus meu! 
29 Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram. 
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Gleison Elias em Qua 02 Abr 2014, 23:24

Para mim:

"No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus e a Palavra era Deus"

"(...) em três dias o levantarei"

"Senhor meu, Deus meu!"

Prefiro desse  jeito.

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1683
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 37
Pontos de participação : 4048
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Jefté em Qui 03 Abr 2014, 13:51


Gleison Elias

na sua confissão, diz:

"Para mim: ...... ... ..."


E o Senhor assim se expressa:
"Seja-vos feito segundo a vossa fé." (Mat. 9:29b)

e também:
"Vai, e como creste te seja feito." (Mat. 8:13b)


(isto representa o Amém) da parte d'Aquele que é Consumador:
da fé - (Heb. 12:1)
do Amém - (II Cor. 1:20)
e de todas as coisas - (Ef. 4:10)


avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Gleison Elias em Qui 08 Maio 2014, 09:10

Verifiquei que na LiFE este tópico estah sendo bem discutido. Fico sinceramente chateado com isso! O tópico eh do fórum e eh aqui que deve ser discutido!

Jefté
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1683
Idade : 54
Cidade/Estado : Florianópolis - Santa Catarina
Religião : Cristão
Igreja : Não tenho
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 37
Pontos de participação : 4048
Data de inscrição : 27/12/2008

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Jefté em Qui 15 Maio 2014, 19:34

Olá Gleison Elias

Uma pergunta:
Pra você, qual foi o propósito do apóstolo João, iniciar seu evangelho c/ a afirmação de João 1:1???
Ele quis apresentar Cristo como sendo O QUE ???

"NO princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus."
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Gleison Elias em Sex 16 Maio 2014, 11:33

--

Como sendo o Messias prometido, a palavra (mensagem, promessa) de Deus encarnada, cumprida em Jesus.
avatar
Gilcimar
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2168
Idade : 36
Cidade/Estado : Cariacica , ES
Religião : Cristianismo
Igreja : Adventista do Sétimo Dia?
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 142
Pontos de participação : 5727
Data de inscrição : 10/03/2014

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Gilcimar em Qui 14 Maio 2015, 07:06

Será que ele era Unitarista?

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Márcio em Qui 14 Maio 2015, 13:35

.
[Gilcimar:]

Se foi o mesmo camarada que escreveu: "E a vida eterna é esta: que te conheçam, a TI só, por ÚNICO Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste."

Então a primeira conclusão seria que ele entende que exista somente UM Deus e este Deus é YHVH.

Márcio  
avatar
Gilcimar
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2168
Idade : 36
Cidade/Estado : Cariacica , ES
Religião : Cristianismo
Igreja : Adventista do Sétimo Dia?
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 142
Pontos de participação : 5727
Data de inscrição : 10/03/2014

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Gilcimar em Qui 14 Maio 2015, 16:14

Sim ele escreveu...

Mas será que  é assim que devemos entender o que ele escreveu?

Ele na verdade relatou aquilo que Jesus disse  e as escrituras também fala que além de um só Deus há também: um só Senhor, um só Bom, Um só salvador e Um só Guia e por ai vai...

Paulo disse que só Jesus é Senhor para nós  e tem vários textos  onde muitos chama o Pai de "meu Senhor"...

O Pai pode ser  Senhor desses que lhes chamou assim mesmo Paulo dizendo que entre muitos Senhores só pode haver um para nós?

É fácil  jogar textos  para todo lado dificil é responder diretamente certas perguntas...

O  assunto está aberto....

Abraços..!!!!

Márcio
MODERADOR
MODERADOR

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1142
Idade : 44
Cidade/Estado : Porto Alegre - RS
Religião : Cristão
Igreja : Batista
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 51
Pontos de participação : 2808
Data de inscrição : 17/04/2010

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Márcio em Qui 14 Maio 2015, 16:31


Sim ele escreveu...
Mas será que é assim que devemos entender o que ele escreveu?
Ele na verdade relatou aquilo que Jesus disse

Se João escreveu e se João escreveu aquilo que Jesus disse.
Não fica muito difícil entender. Se YHVH não fosse único, esta seria uma boa oportunidade para Jesus explicar coisas do tipo:

"Olha Joãozinho, tem um só Deus verdadeiro, mas eu sou Deus também igualzinho a ele, escreva isto aí OK?"
"Olha Joãozinho, tem um só Deus verdadeiro, mas inclui mais dois aí na parada, que é Deus também, igualzinho a YHVH, não esqueça de escrever"
"Olha Joãozinho, na verdade o único Deus de deuteronômio 6.4 é um panteão de 3 deuses"


as escrituras também fala que além de um só Deus há também: um só Senhor, um só Bom, Um só salvador e Um só Guia e por ai vai...

Contextualizadas, nenhuma escritura questiona a deidade única de YHVH.

Márcio
avatar
RBianch
- Davi / Abigail -
- Davi / Abigail -

Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 658
Idade : 28
Cidade/Estado : Ipatinga/MG
Religião : Espírita
Igreja : Desigrejado
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 60
Pontos de participação : 1028
Data de inscrição : 12/08/2013

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por RBianch em Seg 18 Maio 2015, 14:09

Esse debate me leva a pensar: Um assunto de tamanha importância não deveria ter sido escrito com clareza na bíblia?


- Se a trindade for verdadeira, quem a nega também nega as escrituras, consequentemente será condenado (conforme a própria escritura).

- Se a trindade for falsa, quem nela acredita será condenado por adorar a Jesus e ES, pois, não se deve adorar nada nem ninguém além de Deus (conforme a própria escritura).


Então pergunto: Deus condenaria seus filhos por uma confusão que Ele mesmo criou?

Podemos chegar a algumas hipóteses:


1 - Deus é muito louco e escreveu a bíblia toda avacalhada para que ninguém a entendesse e pela sorte alguns se salvariam;

2 - A bíblia foi alterada em seus concílios adicionando a trindade (e muitos outros dogmas) para atrair mais adeptos, já que é um dogma também pagão, e os que fizeram esta modificação não estavam nem aí para os tantos que condenariam por isto (e Deus deixou isto acontecer);

3 - Deus não está nem aí para o que acreditamos (como a pergunta do tópico: "Trindade, Unicismo ou Unitarismo - se eu erradamente crer em um, afeta minha salvação?") e no final das contas o que valerá será o bem que realmente fizemos.


Nem preciso dizer qual é minha conclusão.

Ricardo Bianchini
avatar
Gleison Elias
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : Bíblia NV: goo.gl/7gC7Ih
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 3108
Idade : 22
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : Corpo de Cristo
País : .
Mensagens Curtidas : 62
Pontos de participação : 9583
Data de inscrição : 24/11/2012

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Gleison Elias em Seg 18 Maio 2015, 14:58

--

A Igreja do primeiro século, igual a nossa, nunca entrava em consenso. Podia fazer concílios e nada.
Cada apóstolo, cada ancião, cada eclésia, tinha seus pensamentos. Paulo tentou unificar, mas pelo visto falhou.
Como ele mesmo disse, nosso alvo deve ser a unificação da igreja pelo amor:

um só corpo há e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação;
um só Senhor, uma só fé, um só batismo;
um só Deus e Pai de todos, que é sobre todos e por todos e em todos.
Mas a cada um de nós foi dada a graça conforme a medida do dom de Cristo.
Por isso diz: Quando ele subiu ao alto, levou cativo o cativeiro, Deu dons aos homens.
(Ora que quer dizer isto: Ele subiu, senão que também desceu aos lugares mais baixos da terra?
Aquele que desceu é também o que subiu muito acima de todos os céus, para encher todas as coisas.)
Ele deu uns como apóstolos, outros como profetas, outros como evangelistas, outros como pastores e mestres,
tendo em vista o aperfeiçoamento dos santos para o trabalho do ministério, para a edificação do corpo de Cristo,
até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado de homem feito, à medida da estatura da plenitude de Cristo,
para que não mais sejamos meninos, jogados de um para outro lado e levados ao redor por todos os ventos de doutrina
, pela fraudulência dos homens, pela astúcia tendente à maquinação do erro;
mas praticando a verdade em amor, cresçamos em todas as coisas até chegarmos a ele, que é a cabeça, Cristo,
de quem todo o corpo conjuntado e coligado pelo que toda a junta supre, segundo a operação na medida de cada membro, efetua o aumento do corpo para edificação de si mesmo em amor.
Efésios 4:4-16

Se ele várias vezes precisou repetir esse assunto da comunhão com objetivo de alcançar a unidade e perfeição doutrinal, obviamente ela não existia naquela época, era apenas um ideal.

Não creio que João era trinitariano, mas seu uso de figuras de linguagem gerou muitas apostasias mais tarde. Trocaram a "Palavra" que era apenas uma figura de que Jesus é a promessa da vida manifestada, para nome de um Jesus não encarnado. E por aí vai.

Existiam "partidos", sim senhores. Se estudar um pouquinho da história da igreja, já notamos diferenças entre os discípulos de João e os discípulos de Paulo.
Mas essas diferenças não afrigiam a essência da fé: Todos criam no mesmo Deus, no mesmo Senhor, etc.
Foi com a ausência dos apóstolos, no final do século I, que seus discípulos começaram a ir além do ensinado e, de meros partidos dentro do cristianismo foi surgindo diversas heresias, que se transformaram em grandes heresias e que hoje sutilmente se transformaram em milhares de denominações.

Conteúdo patrocinado

Re: Apóstolo João, o... Trinitariano ?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qui 17 Ago 2017, 05:03