F.E. A Doutrina de Jesus Cristo.

--------------------------------------
OLÁ, SEJA BEM VINDO AO FÓRUM EVANGELHO.

CASO DESEJE PARTICIPAR DE DEBATES FAÇA SEU REGISTRO.

ESTE FÓRUM É ABERTO A PESSOAS DE TODOS OS CREDOS.

SE PREFERIR SER APENAS UM LEITOR, ACOMPANHE AS POSTAGENS.

"Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )..." (Oséias 6.3)

Norberto
Administrador do Fórum Evangelho

Fórum evangélico, aberto à participação de pessoas de qualquer credo ou religião.


Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Compartilhe

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 2015
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Edison em Seg 27 Jun 2016, 12:12

Gilcimar escreveu:Acho que não entendeu minha pergunta...

Vou refaze-la:

Como é essa língua estranha?

É um idioma organizado assim como todas as vozes do mundo tem sentido?

Abraços!!!

Gilcimar, Tem a língua estranha ininteligível, mas o Espírito dentro da necessidade e a Seu contento pode se expressar em línguas conhecidas também.

Mas a língua estranha é realmente uma língua estranha (desconhecida).

Quanto à organização da língua, não saberia dizer. Das vezes que vi a manifestação desse dom, se bem me lembro, não me parece que elas têm um vasto número de vocábulos, se assim podemos dizer.
Há uma repetição de palavras, mas a interpretação se dá com uma fala perfeitamente compreensível e as vezes vemos uma ou outra metáfora de uso bíblico.

Agora, eu estou falando de um evento sério, com pessoas limpas, de vidas limpas, consagradas, honestas, simples e que não usam o dom para alcançar status dentre os irmãos, ou coisa assim. É disso que estou falando.

Quanto à essa "coisarada" que tem hoje em dia por aí, com esses pastores midiáticos, envolvidos em política, famosos, endinheirados e que fazem uso de expressões em línguas estranhas para florear seu discurso e persuadir seus ouvintes a segui-los, não creio neles. A meu ver esses mercenários estarão ali em Mat. 7 reivindicando reconhecimento da parte de Jesus, quando então saberão que o Senhor Jesus nunca os conheceu. Que terrível será.

Gostaria de colocar aqui um evento onde o Espírito atuou falando língua conhecida, neste caso em Francês.

Isso está registrado no sermão "DORES DE PARTO" pregado por William Branham em 24/01/1965 na cidade de Phoenix - Arizona - EUA.

Um dia na Convenção Cristã dos Homens de Negócio na Califórnia, eu estava em uma reunião. Eu estava falando muito forte contra a condição do tempo, e espero que todos entendam aquilo - que tenho um mal no meu coração. Não é isso. Você certamente entende que não quero dizer daquela maneira. Mas tenho que dizer o que vem para eu dizer.
9 Então depois daquilo este pequeno companheiro, um irmão Batista - e eu penso que é algum parente de uma estrela de cinema. E ele veio e abraçou-me e disse, “O Senhor te abençoe, irmão Branham. Eu somente quero oferecer uma palavra de oração”, e ele começou a falar em francês. E o moço não sabia uma palavra em Francês. E alguém se levantou, uma - mulher forte de - creio que ela era de Lousiana, ela disse, “É Francês!” E então havia outro homem lá e disse, “É Francês!” E eles escreveram o que era. Tenho a cópia original aqui. E então isto aconteceu por ser um jovem andando lá de trás e vindo para (queria ver suas notas), e ele era intérprete de Francês das Nações Unidas - exatamente Francês.
10 E gostaria de ler esta nota. Esta é a nota original de um deles, era deste homem que... foi intérprete. Eu posso não dizer seu nome correto: Lê Deaux, Victor De Deaux. Todo seu sangue é Francês. Agora, aqui está a mensagem:
“Porque tu tens escolhido este caminho estreito, o caminho difícil; tu tens andando pela sua própria escolha; tu tens tomado a decisão precisa e correta, e é o Meu caminho; porque nestes momentos de decisões, uma vasta porção dos Céus espera por ti. Que gloriosa decisão tens feito! E isso por si mesmo é o que fará cumprir a tremenda vitória do amor divino.”

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Número de Mensagens : 2015
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Edison em Seg 27 Jun 2016, 13:51

Ernesto disse:

não me deixo seduzir por esse blá-blá blá, que só apareceu 25 anos depois do pentecostes. Se ele fosse verdadeiro ja seria aplicado desde os primeiros dias do evangelho.

Aqui está você meu precioso irmão. É assim que você considera o dom de línguas estranhas; Um blá-blá-blá. Este é o real Ernesto adventista.

O Ernesto pentecostal, se existe, é um outro, não você. Me desculpe ser rude com você.

No ano 41 DC (8 anos após o Pentecostes) quando Pedro foi fazer um culto evangelístico na casa do Cornélio, diz a Bíblia que o dom de línguas estranhas do Espírito Santo caiu sobre os presentes (At. 10:44-48).
E quando a "coisa" é verdadeira, genuína, veja o que acontece: foram todos batizados EM NOME DO SENHOR JESUS CRISTO.
Entendeu irmão? Eles não foram batizados no batismo romano no qual você foi batizado.

E tem mais precioso irmão turrão de coração empedernido, se você considera a carta aos corintios (escrita entre 55 a 59 DC) o blá-blá-blá que veio 25 anos depois do Pentecostes, convido-o a tomar sua Bíblia agora e arrancar todas as cartas escritas pelo apóstolo Paulo e as jogarem no lixo.

Você já me disse que o apóstolo Paulo as vezes gostava de dar umas "filosofadas". Agora vem me dizer que os seus ensinos eram apenas blá-blá-blá.
Então obrigatoriamente você tem de banir da sua Bíblia a carta aos Corintios e aos Tessalonicenses que você tanto cita aqui no fórum;

"Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;
Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade (1 Cor. 15:51-53).

"Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.
Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.
Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.
Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras"
(1 Tess. 4:15-18).


Ernesto, um dia você se deparará, caso não se converta, com essas Escrituras:

"Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor.
Mas, se alguém ignora isto, que ignore.
Portanto, irmãos, procurai, com zelo, profetizar, e não proibais falar línguas.
Mas faça-se tudo decentemente e com ordem
(1 Coríntios 14:37-40)

"Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens.
Porque não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo
"
(Gál. 1:11,12).

Então você, tardiamente, saberá que Paulo não ensinava blá-blá-blá para a Igreja Deus lhe confiou.
avatar
Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1293
Idade : 48
Cidade/Estado : Recife/PE
Religião : Protestante
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 228
Pontos de participação : 3112
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Valdomiro em Seg 27 Jun 2016, 16:26


Caro Gilcimar, Paz!

Olha, eu acredito nos dons para atualidade, inclusive, o de línguas.

Agora, questiono, hoje, a maioria das chamadas manifestações do Espírito, por causa da banalização.

Valdomiro.


avatar
Gilcimar
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2168
Idade : 36
Cidade/Estado : Cariacica , ES
Religião : Cristianismo
Igreja : Adventista do Sétimo Dia?
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 141
Pontos de participação : 5726
Data de inscrição : 10/03/2014

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Gilcimar em Seg 27 Jun 2016, 16:39

Obrigado pela resposta amigo..

Mas como você acredita que seja a característica das línguas faladas?

O Dom é de se falar um idioma organizado sendo estranha para quem ouve ou é essa coisa estranhá e ininteligível como acredita o amigo Edison?

Abraços!
avatar
Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1293
Idade : 48
Cidade/Estado : Recife/PE
Religião : Protestante
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 228
Pontos de participação : 3112
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Valdomiro em Seg 27 Jun 2016, 17:03

Paz Gilcimar

Pode ser das duas formas, mas isso não abona as que vemos hoje em dia.

At. 2.8 "Como, pois, os ouvimos, cada um, na nossa própria língua em que somos nascidos?"

I Co. 1.42 "Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala mistérios."


Paz!
Valdomiro.

avatar
Gilcimar
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2168
Idade : 36
Cidade/Estado : Cariacica , ES
Religião : Cristianismo
Igreja : Adventista do Sétimo Dia?
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 141
Pontos de participação : 5726
Data de inscrição : 10/03/2014

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Gilcimar em Seg 27 Jun 2016, 18:51

I Co. 1.42 "Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém O entende, e em espírito fala mistérios."

Tem um erro de tradução neste texto?

"Ninguém O entende"...( se refere ao falante e  não a língua logo a expressão "ninguém"  não  inclui o falante mas os que não o entende por ele está falando um idioma desconhecido para aqueles que o  ouve logo só Deus o entende)

Se o Pronome Oblíquo fosse "A" "Ninguém A entende" o objeto seria a língua estranha e logo podemos incluir até o falante dentro daqueles que não entende a língua mas do contrário é o falante que não é entendido por falar uma língua estranha para os que ouve...

Se não houve erro de tradução  eu creio que a língua  do Dom falada  no texto de Corintios não é diferente do de Atos porque todo o contexto do capitulo 14 de corintios se harmoniza com Atos 2 mas podemos seguir dialogando...

Obrigado pela observação amigo..
avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1092
Idade : 87
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 162
Pontos de participação : 3002
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Ernesto em Ter 28 Jun 2016, 09:26

Edison diz:

O Ernesto pentecostal, se existe, é um outro, não você. Me desculpe ser rude com você.
 
Ernesto responde; Isto é uma questão de interpretação, Paulo também foi considerado um herege, mas, ele não desistiu da verdade.
 
Edison diz:

No ano 41 DC (8 anos após o Pentecostes) quando Pedro foi fazer um culto evangelístico na casa do Cornélio, diz a Bíblia que o dom de línguas estranhas do Espírito Santo caiu sobre os presentes (At. 10:44-48). 
E quando a "coisa" é verdadeira, genuína, veja o que acontece: foram todos batizados EM NOME DO SENHOR JESUS CRISTO. 
Entendeu irmão? Eles não foram batizados no batismo romano no qual você foi batizado.
 
Ernesto responde;
 
Tu foste rude comigo, e eu vou ser sincero contigo.

Batismo é outra historia; aqui estamos lidando com o dom de línguas.

Veja a batatada que estás dando. Para começar: deixe de acrescentar ¨estranhas¨, onde não existe esta palavra.
Vamos apresentar estas passagens nos minimos detalhes, só para vc. ter a oportunidade de ver o teu erro.
44, E, dizendo Pedro estas palavras, caíu o Espirito Santo sobre todos que ouviam a palavra.
45, E os FIEIS  que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espirito Santo se derramasse também sobre os gentios,
46, porque os ouviam falar em Linguas e magnificar a Deus.
47, Respondeu então Pedro: Pode alguem, porventura recusar a agua, para que não sejam batizados estes que também receberam, COMO NÓS? O Espirito Santo.
Eu te pergunto: Os discipulos no dia do pentecostes falaram em linguas estranhas, Ou todos os ouvintes ouviram a mensagem dos discipulos em suas linguas em que eram nascidos? Atos 2:8,.
Agora quero ver a sua sinceridade, se és pentecostal de verdade ou  és uma sombra pentecostal.Seja sincero; Responda-me, sem rodeios.
 
Eu aguardo.
 

Abraços   Ernesto

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2015
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5090
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Edison em Ter 28 Jun 2016, 09:55

Gilcimar,

1 Coríntios 14:1-14

Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar.

Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala mistérios.

Mas o que profetiza fala aos homens, para edificação, exortação e consolação.

O que fala em língua desconhecida edifica-se a si mesmo, mas o que profetiza edifica a igreja.

E eu quero que todos vós faleis em línguas, mas muito mais que profetizeis; porque o que profetiza é maior do que o que fala em línguas, a não ser que também interprete para que a igreja receba edificação.

E agora, irmãos, se eu for ter convosco falando em línguas, que vos aproveitaria, se não vos falasse ou por meio da revelação, ou da ciência, ou da profecia, ou da doutrina?

Da mesma sorte, se as coisas inanimadas, que fazem som, seja flauta, seja cítara, não formarem sons distintos, como se conhecerá o que se toca com a flauta ou com a cítara?

Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha?

Assim também vós, se com a língua não pronunciardes palavras bem inteligíveis, como se entenderá o que se diz? porque estareis como que falando ao ar.

Há, por exemplo, tanta espécie de vozes no mundo, e nenhuma delas é sem significação.

Mas, se eu ignorar o sentido da voz, serei bárbaro para aquele a quem falo, e o que fala será bárbaro para mim.

Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles, para edificação da igreja.

Por isso, o que fala em língua desconhecida, ore para que a possa interpretar.

Porque, se eu orar em língua desconhecida, o meu espírito ora bem, mas o meu entendimento fica sem fruto
.



Gilcimar, eu já tive a experiência de falar em línguas estranhas. Posso te garantir que eu não sabia absolutamente nada do que eu estava falando. Eu recebi apenas o dom de línguas estranhas. Eu não recebi o dom de interpretar (v 5 e 13).

Então em mim se cumpriu aquilo que o apóstolo Paulo diz no verso 14.

O apóstolo diz que se ele orasse em língua estranha, O ESPÍRITO DELE orava bem, mas O SEU ENTENDIMENTO, O SEU INTELECTO, SUA CONSCIÊNCIA, SEU RACIOCÍNIO, SUA IMAGINAÇÃO ficaria sem benefício algum.

Por que?

Porque não há conhecimento, entendimento, discernimento, interpretação, daquilo que a pessoa está falando.

E esse verso 14, desmonta aquela crença do saco de carne e ossos (o ser humano). Isso é prova de que o nosso espírito não é o nosso cérebro e o nosso cérebro não é o nosso espírito. O nosso cérebro é carne e sangue, e ele não capta o significado das palavras da de língua estranha de Deus, a menos que Deus interprete para uma o cérebro. E aí entra o dom de interpretação que pode estar no próprio locutor ou em outra pessoa presente.

E como já disse em outras vezes, posso garantir que a minha experiência, num domingo a tarde, na casa da minha avó quando eu e ela orávamos ajoelhados na sua cozinha, foi muito prazerosa. Uma felicidade incomum, uma sensação de gozo e prazer dentro d'alma que a gente deseja não se acabar. Mas a eu em plena consciência e controle do dom (apesar da completa inexperiência minha e da minha avó) fiz cessar as línguas  e seguiu aquela sensação de alegria, gozo e prazer dentro da gente.Gilcimar
avatar
Gilcimar
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2168
Idade : 36
Cidade/Estado : Cariacica , ES
Religião : Cristianismo
Igreja : Adventista do Sétimo Dia?
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 141
Pontos de participação : 5726
Data de inscrição : 10/03/2014

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Gilcimar em Ter 28 Jun 2016, 10:47

O pronome oblíquo no verso 2 é O e assim se aplica ao falante da língua estranha e não a língua estranha. .

"Ninguém O entende"...

Se fosse "ninguém A entende" eu poderia dizer que nem o falante entendendo o que se fala...

Assim a língua estranha está sendo estranha para quem ouve e não para quem fala...

Ou houve um erro de tradução ou não, mas o restante do capítulo parece se harmoniza com a ideia do verso 2...

Abraços!
avatar
Valdomiro
ADMINISTRADOR (auxiliar)
ADMINISTRADOR (auxiliar)

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1293
Idade : 48
Cidade/Estado : Recife/PE
Religião : Protestante
Igreja : Assembléia de Deus
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 228
Pontos de participação : 3112
Data de inscrição : 25/11/2008

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Valdomiro em Ter 28 Jun 2016, 11:34

Gilcimar escreveu:Tem um erro de tradução neste texto?


Caro Gilcimar, Paz!

Eu por meu turno vejo diferença, porque ali, em Atos, se fala a pessoas das nações, mas aqui se fala a Deus. Ao passo que ali as pessoas entenderam, aqui ninguém o entende, exceto Deus! Lá tinha uma "plateia", aqui fala-se daquele que se dirige a Deus. Se  a referência em I Co. 14 fosse o falar a Deus em qualquer língua conhecida, então, alguém o entenderia, mas nessa passagem em especifico Paulo diz: "Ninguém entende".

A obervação do pronome é interessante por causa do nível de detalhamento que se busca, mas nesse caso acredito que se levou a um patamar que a Bíblia não trata com isso, pois o pronome não consta do original. Lá está "οὐδεὶς (ninguém) γὰρ (pois) ἀκούει (entende ou escuta)". A NET Bible coloca assim para o inglês: "for no one understands" (pois ninguém entende), já a KJV traduz assim: "for no man understandeth him" (pois nenhum homem o entende), o "him" está em itálico, como o "O" está em itálico em várias versões em português.

Observação: Eu não estou abonando as atuais línguas ininteligíveis ou estáticas, mas sugerindo que há uma diferença entre as línguas faladas entre At. 2 e referenciada em  I Co. 14. Indicando que uma é inteligível a quem escuta e outra não, exceto a Deus que, claro, entende todas.

Paz!
avatar
Norberto
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Status : "Conheçamos e prossigamos em conhecer a YHVH ( י ה ו ה )" (Oséias 6.3)
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 4296
Cidade/Estado : .
Religião : .
Igreja : .
País : .
Mensagens Curtidas : 154
Pontos de participação : 17341
Data de inscrição : 17/11/2008

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Norberto em Ter 28 Jun 2016, 12:00

.
Gilcimar,

A explicação do Edison imediatamente cima, para mim está perfeita.

Os versos são claros e não podemos confundir o "falar em língua" que ninguém entende com "profecia" que há necessidade de interpretação.

Não vejo necessidade do versículo incluir o pronome "a" ao invés do "o" em "ninguém o entende". Ainda mais, quando notamos que nem no original dito pronome (o) não consta.

E mesmo que o pronome (o) fosse o correto na tradução, podemos entender que, implicitamente, quem fala também não entende, pelo versículo que afirma que o que ele fala "fala mistérios". Isso inclui o próprio falante, pois se trata de mistérios.

Sei que testemunhos não podem ser usados para comprovar nenhum ensinamento, mas como o Edison também acho interessante citar. Citarei uma experiência que eu mesmo presenciei.

Uma senhora muito fiel, idosa, sofreu um derrame cerebral. Ela perdeu a fala. Não conversa com ninguém por causa dessa perda.

Porém vez ou outra, ganho orava vinha em sua boca a língua (audível da boca dela) que ninguém entende, inclusive ela. Orava para sua própria edificação.
.
avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1092
Idade : 87
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 162
Pontos de participação : 3002
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Ernesto em Ter 28 Jun 2016, 12:42

Ernesto diz ao Edison.

Eu sempre procuro andar na verdade, (...).
Eu sigo a cronologia Bíblica, e veja o que ela  nos diz a respeito do ministério apostólico;

                  Periodo dos Apostolos

= O Pentecostes 30 DC.=
=Conversão de Saulo 37 DC=
=  Inicio do ministério de Paulo 41 DC
= Morte de Herodes Agripa I, 44 DC
= Primeira viagem missionária de Paulo 48 a 49
= Conferencia de Jerusalém 50DC.
= Segunda viagem de Paulo 50 a 53DC
= Paulo em Corinto 50 a 52 DC
= Terceira viagem missionária de Paulo 54 a 58 DC
= Paulo em Efeso- 54 a 57 DC
= Paulo preso em Jerusalém-58DC
= Paulo na prisão em Cesareia 58 a 60DC
=Paulo na prisão em Roma 61 a 63DC
=  Libertação e atividades de Paulo 63 a 65DC
= Segunda prisão de Paulo em Roma 66DC.
= Morte de Paulo em Roma 67DC.

Cronologia estraida da bíblia Revista e atualizada

Bem meu irmão revoltado! O nosso cardápio aqui é sobre Paulo e as linguas ¨estranhas¨ Paulo escreveu esta carta de Éfeso durante a terceira viagem missionária entre 54 e 57, então já se haviam passado no minimo 24 anos depois do Pentecostes, até o ano 54- 57, não havia linguas estranhas, As linguas na casa de Cornélio não eram estranhas, todos entendiam, e por incrivel que pareça, essa confusão só aconteceu na igreja de Corinto, e Paulo só ficou sabendo pelos irmãos que vieram de Corinto a Éfeso.
Eu te pergunto meu irmão: porque só apareceu esse dom estranho na corrompida igreja de Corinto?
Se quiseres conhecer a corrupção dessa igreja então leia a carta desde o começo.
Dissenções na igreja de Corinto, espirito mundano causa dissenções nas  igrejas, Avangloria dos Corintos, A impureza da igreja de Corinto, repreensões e exortações.(Enteado transando com madrasta) Paulo sensura o litigio entre os irmãos, idolatria e o culto a demonios. Não seriam as linguas estranhas os cultos aos demonios, as quais Paulo se referiu?
Dissenções nas ceias de irmãos, a necessidade de ordem nos cultos. Esta era a situação desta igreja enquanto ela se vangloriava com o estranho dom de linguas.
Paulo ficou assustado com essa noticia pela casa de Clóe, e ele procurou por a igreja em ordem.
No capitulo 12 de I Cor. Ele procurou faze-los lembrar dos verdadeiros dons, ele explicou nos minimos detalhes, da diversidade e a função dos dons.
No cap. 14, ele entrou mais no dom de línguas com o qual  a igreja havia criado sérios problemas. Essas línguas eram estranhas até para Paulo, ele não falava essa língua estranha. O contrario, ele disse que não quer falar esse blá-blá- blá. I Cor, 14:19, ele até os adverte sobre a loucura que eles praticavam I Cor 14:23,
Para concluir ;
Até na segunda carta ele menciona o outro espirito que se achava entre eles, o qual  eles não haviam recebido pela mensagem de Paulo.
II Cor. 11: 2-4,
Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus, porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura ao marido, a saber, Cristo. Mas, temo que, assim como a serpente anganou a Eva com sua astucia, ASSIM TAMBÉM  SEJAM DE ALGUMA SORTE CORROMPIDOS OS VOSSOS SENTIDOS.  E se apartem da simplicidade que há em Cristo.
Porque se alguém for pregar-vos outro Jesus, que nós não temos pregado, ou SE RECEBEIS OUTRO ESPIRITO que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão O SOFREREIS..
Bem, meu caro irmão nervoso, Corinto havia se corrompido em espirito e na carne, Infelizmente muitos estão seguindo os passos desta igreja que tanto trabalho deu a Paulo.
O dom de linguas é um dom igual os outros dons, e todos eles são distribuidos pelo Espirito Santo. E Paulo diz em I Cor 12:11, O Espirito Santo reparte os dons particularmente a cada UM COMO QUER. Não é quando os homens querem falar, marcar um dia X para o festival do Espirito Santo. Isto é diabólico.
Todos os dons são aplicados onde há a necessidade de aplicar, e, quem faz o milagre é o poder do Espirito Santo.
Todos os dons foram aplicados desde o Pentecostes, INCLUSIVE O VERDADEIRO DOM DE LÍNGUAS. Atos 2:4, E, todos foram cheios do Espirito Santo e começaram a falar  em outras linguas, conforme o Espirito Santo lhes concedia que falassem.
Novamente te pergunto; O dom de linguas é concedido pelo Espirito Santo?  Eu mesmo respondo; Com toda a certeza. Mas ele só é aplicado onda há a necessidade, igual os outros dons também.
O dom de linguas funciona ainda nos dias de hoje? Com toda certeza; Muitas vezes os nossos missionários ADVENTISTAS  se deparam com povos de outras linguas (países), o dom de lingua é aplicado, mas, não é quando eles querem, é obra do Espirito Santo e não dos homens.
Bem; meu irmão; vc. ainda não nos disse se falas as tais linguas estranhas, mas, pelo que eu pude entender vc. mesmo está bem fora destas linguas, porque já me falaste que em aproximadamente 30 anos vc. só ouviu duas vezes algumas palavras em lingua estranha de vosso Pastor  em vossa igreja.
Eu creio no dom de linguas, assim como os apóstolos criam,  no verdadeiro dom, e não no Blá-Blá- Blá.


Abraços    Ernesto


Última edição por Norberto em Ter 28 Jun 2016, 18:33, editado 1 vez(es) (Razão : || (...) = trecho extraído por expor algo que deve ser tratado em privado com a Moderação/Administração do Fórum.)
avatar
Gilcimar
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2168
Idade : 36
Cidade/Estado : Cariacica , ES
Religião : Cristianismo
Igreja : Adventista do Sétimo Dia?
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 141
Pontos de participação : 5726
Data de inscrição : 10/03/2014

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Gilcimar em Qua 29 Jun 2016, 09:28

Valdomiro, Norberto e Edison, a paz nobre amigos!

Eu ainda entendo diferente de vocês  por causa do contexto de 1 Corintios 14...

Paulo está combatendo o tempo  todo a ideia de uma língua incompreensível  e não defendendo que  falar somente para Deus ( Ninguém entendendo até mesmo o falante)  seja algo proveitoso para alguém...

Tanto os ouvintes da língua estranha quanto o falante precisa de compreender o sentido da lingua por isso Paulo o tempo todo trabalha o recurso da interpretação da lingua pois ela de forma incompreensível não edifica ninguém...


Vejam estes  estes textos:

A necessidade de interpretação para os ouvintes:

5 Gostaria que todos vocês falassem em línguas, mas prefiro que profetizem. Quem profetiza é maior do que aquele que fala em línguas, a não ser que as interprete, para que a igreja seja edificada.

9 Assim também vós, se com a língua não pronunciardes palavras bem inteligíveis, como se entenderá o que se diz? porque estareis como que falando ao ar.


11 Se, pois, eu não souber o sentido da voz, serei estrangeiro para aquele que fala, e o que fala será estrangeiro para mim.

Se a lingua estranha não edifica os ouvintes por ser incompreensível  porque edificaria o falante se para ele fosse incompreensível também?


Mas veja uma coisa:

13 Por isso, o que fala em língua, ore para que a possa interpretar.


14 Porque se eu orar em língua, o meu espírito ora, sim, mas o meu entendimento fica infrutífero.
 
15 Que fazer, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.

Até quem fala em outra língua tem que orar para saber interpretar  por causa de si mesmo e não  só por causa dos ouvintes  do contrario orará em espirito mas  ficará com a mente infrutífera e  isso não é o ideal...

Então eu por causa dessas observações do texto volto a repetir assim:

Paulo está combatendo o tempo  todo a ideia de uma língua incompreensível  e não defendendo que  falar somente para Deus ( Ninguém entendendo até mesmo o falante)  seja algo proveitoso para alguém...

Concluo assim que no verdadeiro Dom de Lingua  não se  edifica ninguém se a lingua continuar incompreensível para todos  logo as muitas linguas faladas hoje em muitos lugares não são Dom verdadeiro de Línguas enquanto ninguém estiver entendendo e não for uma das vozes naturais compreendidas no mundo.....


O Dom é só a capacidade de falar uma dessas vozes sem estudo  e não uma língua nova  e incompreensível não sendo nenhuma das vozes entendidas no mundo...

Apesar de ter chegado a uma conclusão ainda estou aberto para discussões..

Abraços amigos!

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2015
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5090
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Edison em Qua 29 Jun 2016, 12:36

Gilcimar disse:

Paulo está combatendo o tempo todo a ideia de uma língua incompreensível

Desculpe, mas você entendeu errado a Paulo. Em nenhum momento ele combateu a "ideia de língua incompreensível". Ele disse inclusive que eles não deveriam lhe entender errado e proibir o dom.

O que Paulo encontrou foi um grupo de crentes necessitando de ordem quanto ao uso de diversas coisas, dentre elas o uso do dom de línguas.

Então ele explica o que é o dom e como ele deve ser usado pela igreja.

Agora, de longe e muito de longe, a milhões de anos-luz de distância, está essa igreja pentecostal e neo pentecostal de hoje em dia, em relação aos irmãos da igreja que estava em Corinto.
Querer compara-las é uma injustiça para com nossos irmãos da igreja primitiva.

Concluindo Gilcimar, o que sinto em lhe dizer é que a nossa fé meu irmão, não pode ser essa fé meramente intelectual, uma fé baseada na razão, na lógica, uma fé que prioriza ou que exclui totalmente o Espírito e edifica-se exclusivamente na letra, no visível, no palpável, naquilo que é "razoável" ou que tem "lógica".

Abraço fraternal.
avatar
Gilcimar
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2168
Idade : 36
Cidade/Estado : Cariacica , ES
Religião : Cristianismo
Igreja : Adventista do Sétimo Dia?
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 141
Pontos de participação : 5726
Data de inscrição : 10/03/2014

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Gilcimar em Qua 29 Jun 2016, 19:39

Eu continuo acreditando que uma lingua incompreensível  com as mesmas observações  que citei a ultima postagem não edifica ninguém....

1 Corintios 14:13 Por isso, o que fala em língua, ore para que a possa interpretar.


14 Porque se eu orar em língua, o meu espírito ora, sim, mas o meu entendimento fica infrutífero.

15 Que fazer, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento.

O texto é muito claro em dizer que o ideal de Deus é agirmos com o espirito e com o entendimento e não só com o espirito..

Logo quem orar em outra lingua precisa do recurso da interpretação se não estiver entendendo a lingua  pois sem isso não há edificação porque Deus não  edificar ninguém pela metade e não é este a sua vontade..

Eu dispenso qualquer lingua estranha e incompreensível exceto se tiver uma interpretação para termos o  sentido pois sem isso não há alcance do ideal de Deus que é agirmos com o espirito e com o entendimento...


Paulo  no verso 15  do mesmo texto disse que temos que buscar agir com o espirito e com entendimento para não ficarmos com uma mente infrutifera  que não louva a Deus e não pode estar em curso de renovação para sabermos qual é boa e agradável  a vontade de Deus...

Abraços!!!!

Edison
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 2015
Idade : 65
Cidade/Estado : Curitiba
Religião : Cristão
Igreja : www.apalavraoriginal.com.br
País : Brasil
Mensagens Curtidas : 17
Pontos de participação : 5090
Data de inscrição : 29/11/2008

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Edison em Qua 29 Jun 2016, 20:00

Gilcimar, sua dificuldade em aceitar é por causa da teoria do saco de carne e ossos.

Como você afirma que não edifica ninguém se o apostolo escreve taxativamente que o que fala em língua desconhecida em espírito fala de mistérios com Deus e edifica-se a si mesmo? (I Cor. 14:2-4).

rsrsrsrsrs calminha, amigo, rsrsrsrs
avatar
Ernesto
- Áqüila / Priscila -
- Áqüila / Priscila -

Status : no perfil, defina seu status ou deixe em branco.
Sexo : Masculino
Número de Mensagens : 1092
Idade : 87
Cidade/Estado : Limeira. SP
Religião : crista
Igreja : evangelica
País : brasil
Mensagens Curtidas : 162
Pontos de participação : 3002
Data de inscrição : 26/11/2014

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Ernesto em Qui 30 Jun 2016, 10:54

Valdomiro diz

Eu por meu turno vejo diferença, porque ali, em Atos, se fala a pessoas das nações, mas aqui se fala a Deus. Ao passo que ali as pessoas entenderam, aqui ninguém o entende, exceto Deus! Lá tinha uma "plateia", aqui fala-se daquele que se dirige a Deus. Se a referência em I Co. 14 fosse o falar a Deus em qualquer língua conhecida, então, alguém o entenderia, mas nessa passagem em especifico Paulo diz: "Ninguém entende".

Ernesto responde:

Eu concordo contigo Valdomiro, Porém eu vejo duas manifestações diferentes.no livro de I Cor.14,
No livro de I. Cor 12. Paulo primeiro apresenta a finalidade dos dons. No cap.14, 1-4, ele apresenta o efeito na pratica do dom de linguas do cristão para com Deus. Na preleção ele abordou primeiramente o nosso relacionamento com Deus, a partir do quinto verso ele entra firme contra a prática confusa e pervertida desse dom na igreja.
Se aplicarmos a mensagem do cap. 14 todo, como exclusiva para a igreja e seu publico, então veremos uma enorne contradição na mensagem de Paulo; O verso 14;2, ele diz Porque o que fala linguas não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguem o entende, e em espirito fala de mistérios.
No verso 18-19 ele diz: Dou graças ao meu Deus, porque falo mais linguas do que vós todos. 19, Todavia eu antes quero falar na igreja cinco palavras na minha própria inteligencia, para que possa também instruir a outros, do que dez mil palavras em lingua desconhecida.
Se tomassemos esta exortação ao pé da letra então podemos entender que Paulo não quis ter contato com Deus.
Sabemos que não é assim. Certamente no 14:2, Paulo se lembrou do encontro saudoso que ele teve com Deus.
IICor 12;1-4, ele diz: Conheço um homem em Cristo que, há catorse anos (se no corpo não sei, se fora do corpo não sei Deus o sabe) foi arrebatado ao paraíso, e ouviu palavras infaveis, (DE QUE AO HOMEM NÃO É LICITO FALAR).
Eu vejo que os versos 14:1ª4, se refere a um desses encontros de irmãos para com Deus.
Eu li na mensagem 1013 uma maravilhosa experiencia do irmão Edison na qual ele dizia;
E como já disse em outras vezes, posso garantir que a minha experiência, num domingo a tarde, na casa da minha avó quando eu e ela orávamos ajoelhados na sua cozinha, foi muito prazerosa. Uma felicidade incomum, uma sensação de gozo e prazer dentro d'alma que a gente deseja não se acabar. Mas a eu em plena consciência e controle do dom (apesar da completa inexperiência minha e da minha avó) fiz cessar as línguas e seguiu aquela sensação de alegria, gozo e prazer dentro da gente.

Eu creio neste tipo de contato com Deus, e creio que ele foi agraciado com esta visita divina, porque eu também já passei por essa experiencia,

Transcrevo aqui uma parte do meu testemunho pessoal da mensagem 4,

Quando vejo o batismo do Espirito Santo com aquela alegria no coração do suplicante, os meus pensamentos se voltam para o tempo da minha juventude, foi quando busquei a Deus com rogos e lágrimas, e senti o mesmo que o irmão sentiu, não foram com gritos nem línguas estranhas, foi um poder que me elevou para fora do espaço que eu vivia, e fiquei triste quando voltei novamente ao meu estado natural, eu me senti ao lado de Jesus, e gostaria que este momento permanecesse para sempre.
Ja se passaram mais de setetenta anos

Eu agora acrescento mais; O estase me levou não a um lugar específico, eu me sentia meio atordoado, vi a própria atmosfera de cores indescritíveis, com um verde tão lindo que nunca havia visto, Eu sei que, quando voltei ao normal o meu rosto estava molhado de lágrimas, mas, de alegria, e não de tristeza, a minha pele estava toda eriçada, nos primeiros momentos eu não sabia onde estava.
Mas, eu não lembro, que eu tenho pronunciado alguma língua estranha,
Eu entendo que Paulo sabia que nos cultos e cánticos aconteceria também a verdadeira manifestação do Espirito Santo. E, elas poderiam acontecer com algum balbuciar de língua que outros não entendiam, por isso ele não condenou.
Assim como o irmão Edison disse: ele fez cessar as línguas, e ele está certo porque Paulo também disse que os espíritos estão sujeitos ao cristão v.32,

Conclusão:
As línguas estranhas que os corintos praticavam na igreja era realmente uma confusão, assim como nos dias de hoje. Nós não podemos jogar gasolina em todos, e botar fogo, porque hoje também há os sinceros entre o blá blá blá, que podem ser até influenciados pela algazarra, mas, Deus conhece os que são dele, e no meio do cascalho sempre há o diamante.
Eu deixo bem claro que esta mega experiencia só me aconteceu uma vez, Nem sempre as nossas orações partem de dentro do coração, as vezes estamos preocupados com as lides da vida, e nossas palavras saem como uma rotina,mas, quando elevo os meus agradecimentos e petições com um coração preparado, eu sempre sinto a presença do Espirito Santo, mas, nunca com aquela intensidade. E, penso que assim acontecia com os corintos, e acontece hoje com todo cristão que verdadeiramente cre e busca a Deus.


Um lembrete:

Paulo disse de que ao homem não é lícito falar; Certamente Paulo conhecia e igreja e sabia que muitos iriam se escandalizar com seu testemunho, por isso ele diz que não convêm falar com os outros sobre esta experiencia.


Abraços Ernesto

Conteúdo patrocinado

Re: Batismo com o Espírito Santo e falar novas línguas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qui 27 Jul 2017, 01:39